Correio do Povo | Notícias | Manifestação artística denuncia poluição no Arroio Dilúvio

Porto Alegre

33ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, domingo, 16 de Dezembro de 2018

  • 08/04/2015
  • 12:26
  • Atualização: 12:55

Manifestação artística denuncia poluição no Arroio Dilúvio

Motoristas curiosos provocaram engarrafamento na avenida Ipiranga

  • Comentários
  • Fernanda Pugliero

Uma manifestação artística chamou a atenção de motoristas e pedestres que passaram pela avenida Ipiranga, esquina com a João Pessoa, na manhã desta quarta-feira. Dois artistas pendurados dentro de um saco de lixo, fixado na ponte sobre o Arroio Dilúvio, dançavam próximos à água suja.

O movimento criticava a poluição do arroio, local onde deveria haver vida, mas acumula esgoto e lixo. Eles despertaram a curiosidade dos transeuntes causando inclusive um pequeno engarrafamento na Ipiranga. Os motoristas queriam registrar a intervenção com seus telefones celulares e reduziam a velocidade próximo ao local.

• Confira a programação do Festival de Teatro de Rua

A ação faz parte do Projeto Ecopoética, e está inserida na programação do Festival de Teatro de Rua de Porto Alegre, que começou neste domingo e se estende até o dia 15 com inúmeras intervenções artísticas - gratuitas e ao ar livre.

Na tarde desta quarta, a partir das 17h, na Praça da Matriz, será a vez do espetáculo "Silêncio Ensurdecedor", da França. Às 19h, o Morro Santa Teresa será surpreendido com um teatro de bonecos, a Vila Flores (Rua Hoffman), no Floresta, recebe "O Mapa", às 20h e, para fechar o dia, às 21h, a intervenção será na Usina do Gasômetro.