Correio do Povo | Notícias | Escolas rebaixadas se destacam no Grupo A

Porto Alegre

31ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 23 de Janeiro de 2019

  • 20/02/2012
  • 09:11
  • Atualização: 11:05

Escolas rebaixadas se destacam no Grupo A

Império do Sol foi a primeira a entrar na avenida em Porto Alegre

  • Comentários
  • Wagner Machado / Correio do Povo

Após o desfile das sete escolas na madrugada desta segunda-feira, não  deve haver surpresa quanto a ganhadora deste grupo. Rebaixadas do grupo Especial no ano passado, a Império do Sol, Academia de Samba Praiana e  Samba Puro fizeram boas apresentações e surgem como favoritas ao título, e principalmente, a uma vaga na elite do Carnaval da Capital. A última colocada será rebaixada para o Grupo de Acesso.

A noite do grupo A teve início com o desfile da escola convidada União da Cohab Cavalhada e da Tribo Comanches. Primeira a entrar na avenida, a Império do Sol cantou a trajetória do apresentador da TV Record Alexandre Mota. Aliado ao enredo bem retratado, a agremiação de São Leopoldo contou com o carisma do jornalista que empolgou o pequeno público que compareceu ao sambódromo.

A verde e rosa da Capital, Praiana cruzou a avenida com a força da tradição, alegorias grandiosas e com uma comissão de frente em cima de patins que chamou a atenção do Porto Seco.

A Realeza também passou bem na passarela. Com o enredo “Realeza, uma colmeia de emoções para Adoçar a sua Vida”, mesmo tímida, a escola do bairro Glória apresentou bons carros alegóricos.

Quarta agremiação a pisar no sambódromo, a Vila Mapa teve como ponto alto a bateria que contagiou o público, como sugeriu o enredo:” Nesta noite de cor e luz, a visão a se contemplar, a Vila Mapa vai seduzir o seu olhar “.

Com alegorias e fantasias simples, a representante de Canoas, a Acadêmicos de Niterói cantou a história da pimenta “Sai pra lá olho gordo! Na história da pimenta, a Niterói faz a avenida pegar fogo!”.

A Imperatriz Leopoldense destacou a força do vermelho durante a passagem na avenida. Depois de superar a destruição do abre-alas pelas chamas, na sexta-feira. Com ajuda dos integrantes e das co-irmãs, a entidade do Vale do Sinos conseguiu se recuperar e venceu o desafio de cruzar o Porto Seco.

Com um bom enredo, já na manhã de segunda-feira, a Samba Puro encerrou com alegria o terceiro dia de Carnaval de Porto Alegre. Com o tema “Do tempo dos bondes ao apogeu da tecnologia moderna, a Carris é patrimônio do povo”, a escola também agradou o público presente.

Academia de Samba Puro trouxe beldades como destaque / Foto: Paulo Nunes

Bookmark and Share