Correio do Povo | Notícias | Clube de cinema comemora 65 anos

Porto Alegre

26ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sexta-feira, 18 de Janeiro de 2019

  • 25/05/2013
  • 15:04
  • Atualização: 15:10

Clube de cinema comemora 65 anos

Jornalista P. F. Gastal trabalhou no Correio do Povo e fundou o Clube em Porto Alegre

Goida (de pé) integra o Clube do Cinema, grupo de cinéfilos que se reúne para assistir filmes | Foto: Vinícius Roratto

Goida (de pé) integra o Clube do Cinema, grupo de cinéfilos que se reúne para assistir filmes | Foto: Vinícius Roratto

  • Comentários
  • Adriana Androvani / Correio do Povo

Neste ano, se comemora o centenário do movimento cineclubista, que começou em Paris (França). O cineasta e diretor do Instituto Estadual de Cinema, Luiz Alberto Cassol, que já foi o presidente do Conselho Nacional dos Cineclubes (CNC) e continua atuante na entidade, informa que hoje se chega a 470 cineclubes filiados em todo o Brasil, sem contar os que não são filiados. No Rio Grande do Sul, são cerca de 60, sendo 22 filiados ao CNC.

O mais antigo do Estado em funcionamento ininterrupto é o Clube de Cinema de Porto Alegre, que neste ano completou, em abril passado, 65 anos de atividades. Foi fundado por iniciativa do jornalista P. F. Gastal (1922-1996), que trabalhou no Correio do Povo. Os associados se reúnem aos sábados e domingos pela manhã para assistir a filmes, escolhidos por um diretor de programação. Antes de cada sessão, há uma pequena apresentação sobre a produção. As exibições ocorrem em diferentes salas de cinema a cada edição e só não são realizadas quando há datas como Dia das Mães ou feriadões. O crítico de cinema Iron Goidanich, o Goida, que já foi presidente do Clube e hoje é seu diretor social, ressalta que o clube só chegou aos 65 anos pela parceria de exibidores locais e distribuidores, que deram as condições para as exibições. “O público do clube assiste ao filme com um recolhimento quase religioso, sem comer nada, sem atender telefone, em completo silêncio”, elogia Goida. Após o filme, se distribui uma ficha de avaliação, em que os membros dão notas aos títulos, o que gera, ao final de cada ano, um relatório.

O atual presidente do Clube, Milton Ribeiro, ressalta que o grupo também dá apoio a novos diretores, promovendo sessões comentadas com cineastas sempre que possível. Pela sua importância, o clube já foi tema de um livro da pesquisadora e jornalista Fatimarlei Lunardelli, “Quando Éramos Jovens” (2000).

Uma das vantagens de se participar do clube é que, por uma anuidade de R$ 150,00, se pode assistir entre 70 a 80 filmes ao ano, o que se torna muito mais econômico do que o espectador ir ao cinema aos finais de semana na Capital, em que se paga, em média, por única sessão, R$ 17,00. E está aberto a novos sócios, mediante inscrição. O presidente diz que é preciso estar disposto a assistir aos filmes pela manhã, pois as sessões são geralmente no horário das 10h15min. Informações podem ser obtidas no blog clubedecinemapoa.blogspot.com.br ou pelo telefone (51) 3331-8197, com Goida.

Bookmark and Share