Correio do Povo

Porto Alegre, 16 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
21ºC
Amanhã
19º 29º


Faça sua Busca


Arte & Agenda > Variedades > Música

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

09/12/2013 10:05 - Atualizado em 09/12/2013 10:13

Os Replicantes fazem show em Porto Alegre

Banda comemora 30 anos de carreira no Opinião

Banda comemora 30 anos de carreira no Opinião<br /><b>Crédito: </b> Lucas Cunha / Divulgação / CP
Banda comemora 30 anos de carreira no Opinião
Crédito: Lucas Cunha / Divulgação / CP
Banda comemora 30 anos de carreira no Opinião
Crédito: Lucas Cunha / Divulgação / CP

Uma das bandas mais importantes para a consolidação de uma cena roqueira no sul do País, Os Replicantes chegam aos 30 anos e os fãs vão poder conferir a partir das 21h desta segunda-feira, no Opinião, um show com a presença de integrantes de todas as fases do grupo.

Subirão ao palco Cláudio Heinz (guitarra), Heron Heinz (baixo), Cleber Andrade (bateria) e Júlia Barth (vocal), da formação atual, além de Wander Wildner (vocal), Carlos Gerbase (bateria e vocal) e Luciana Tomasi (teclado e vocal). Serão exibidos fotos, vídeos e sons que marcaram a história da banda, para preparar o público para o que virá a seguir.

No repertório, canções de todas as fases, divididas em blocos, numa antologia preparada para reviver ao vivo os grandes momentos da banda que, numa síntese tão inesperada quanto original, misturou a essência contestatória e energética do punk rock com doses generosas de bom humor, ficção científica, irreverência e sotaque local. O setlist traz, entre outras, "Nicotina", "Surfista Calhorda", "Astronauta", "Boy do Subterrâneo", "Festa-punk" e "Sandina", de Jimi Joe. A versão de "Killing Moon" de Echo and the Bunnymen, "A Lua que Mata" e "Pin-Up (Só Mais Uma Chance)", da banda Urubu Rei, não foram esquecidas. Da fase atual serão executadas "Maria Lacerda" e "O Inverno Está Chegando", que recentemente virou clipe com imagens das manifestações de junho.

No final de 1983, Gerbase e os irmãos Cláudio e Heron Heinz compraram um baixo, uma guitarra e um amplificador, conseguiram uma bateria emprestada e começaram a tocar, numa garagem. Wander Wildner, colega de quartel de Gerbase nos anos 70, completou o quarteto, que fez seu primeiro show em maio de 1984, no bar Ocidente, e depois emplacou seu primeiro sucesso: 'Nicotina'. Integrou a coletânea "Rock Garagem", e, em compacto duplo (1985), fez de "Surfista Calhorda" um hit instantâneo. Pela Gravadora RCA, gravou os LPs "O Futuro é Vortex" (1986), "Histórias de Sexo e Violência" (1987) e "Papel de Mau" (1989), este último com Luciana Tomasi, que era a produtora.

Fundamentais para a construção do rock gaúcho, criaram o Vortex, misto de selo de fitas K7, estúdio e loja de discos. Em 1989, Wander sai para carreira solo, e entra Cleber Andrade, quando Gerbase passa a cantar. Em 1991, gravam "Androides Sonham com Guitarras Elétricas", com King Jim. Em 1996 lançam o CD ao vivo, e, em 2001, "A Volta dos que Não Foram", de despedida de Gerbase. Wander voltou para os vocais de 2003 a 2006, quando foram lançados "Go Ahead", "Old School Veterans Braziliasta" e "Replicantes em Teste" e o DVD "Go Ahead - A Primeira Tour na Europa a Gente Nunca Esquece". Julia Barth como nova vocalista foi a última transformação, em 2006. Depois veio o CD "2010" e o DVD "3x Rock" (2013), e para 2014 está prevista uma nova tour europeia.

Bookmark and Share


Fonte: Correio do Povo







O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.