Correio do Povo

Porto Alegre, 23 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
21ºC
Amanhã
13º 22º


Faça sua Busca


Arte & Agenda > Variedades

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

15/12/2013 21:12 - Atualizado em 15/12/2013 21:13

Paulínia retoma seu festival

Cidade do interior paulista realizou, até o último sábado, a 5ª edição do evento

Evento retorna, competitivo e internacionalizado em julho de 2014<br /><b>Crédito: </b> Aline Arruda / Divulgação / CP
Evento retorna, competitivo e internacionalizado em julho de 2014
Crédito: Aline Arruda / Divulgação / CP
Evento retorna, competitivo e internacionalizado em julho de 2014
Crédito: Aline Arruda / Divulgação / CP

Terminou neste final de semana o V Paulínia Film Festival, realizado às pressas para evitar a paralisação por dois anos seguidos do evento, o que geraria problemas de manutenção da marca. Foram quatro dias de homenagens e alguns debates. A organização convidou os ganhadores das quatro edições anteriores para serem homenageados e trouxe alguns palestrantes para realizar workshops.

Para a atual secretária de Cultura, Mônica Trigo, o evento foi “um rito de passagem” para o novo festival que voltará ao formato original em julho de 2014 (competitivo e internacionalizado). A tônica de todos os discursos, oficiais e dos convidados desta edição foi a retomada do festival e o polo de cinema que ali começou a surgir na primeira edição do evento, em 2008. O atual prefeito, Edson Moura Jr., quebrou o protocolo na cerimônia de abertura, pediu que as luzes da plateia fossem acesas, foi ao centro do palco e chamou para si a responsabilidade de retomar oficialmente o polo e o festival.

O crítico Rubens Ewald Filho, um dos idealizadores do projeto, assumiu novamente a curadoria do evento e trouxe para esta quinta edição filmes como "O Lobo Atrás da Porta", de Fernando Coimbra; "Confia em Mim", de Michel Tikhomiroff, rodado no polo de Paulínia e que abriu o festival:"Entre Vales", de Philippe Barcisnki; e "Tatuagem", de Hilton Lacerda.

Já os três workshops realizados até o sábado, com profissionais especializados em efeitos especiais e que atuam em Hollywood, tiveram público que lotou as salas separadas para os encontros. O primeiro foi com o diretor de criação, o nova-iorquino Kino Scialabba, que desenhou cenários, naves e aliens de filmes como "Oblivion, a sérieX-Men", as séries "Games of Thrones" e "Roma" (ambas na HBO), "Homem-Aranha 2" e "O Livro de Eli", entre outros.

O nicaraguense radicado na Guatemala Carlos Arguello participou dos primórdios do processo criativo em efeitos especiais para cinema. Ele foi para Los Angeles no final dos oitenta, especializou-se no uso da informática e, aogostar de desenhar, entrou para a indústria. Em 20 anos, ajudou na elaboração de efeitos para filmes como "Armagedon", "Velozes e Furiosos 3", a série "Crônicas de Nárnia", entre outros, e os famosos clipes "Black&White" (que revolucionou a tecnologia dos clipes) e "Remember the Time", ambos de Michael Jackson.

O terceiro palestrante foi Mark Dippé, também pioneiro na área, pois, em 1989, criou os efeitos especiais de "O Segredo do Abismo" e "Jurassic Park" e, posteriormente dirigiu "Garfield".

Bookmark and Share

Fonte: Marcos Santuario / Correio do Povo





» Tags:

O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.