Correio do Povo

Porto Alegre, 23 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
14ºC
Amanhã
14º 23º


Faça sua Busca


Arte & Agenda > Variedades

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

16/12/2013 12:39 - Atualizado em 16/12/2013 12:58

"A hora mais escura" pode ser exibido no tribunal militar de Guantánamo

Sobrinho do mentor do 11 de setembro foi identificado como o personagem torturado no filme

A hora mais escura pode ser exibido no tribunal militar de Guantánamo<br /><b>Crédito: </b> Image Films / Divulgação / CP
A hora mais escura pode ser exibido no tribunal militar de Guantánamo
Crédito: Image Films / Divulgação / CP
A hora mais escura pode ser exibido no tribunal militar de Guantánamo
Crédito: Image Films / Divulgação / CP

Os acusados pelos ataques de 11 de setembro detidos em Guantánamo solicitaram a exibição do início do filme "A hora mais escura", e acesso às mesmas informações que os produtores de Hollywood. Esse pedido será analisado esta semana por um tribunal militar.

"Neste estágio, nós só queremos obter os mesmos elementos que foram dados a Hollywood", declarou o advogado James Connell, defensor do paquistanês Ali Abd al-Aziz Ali, conhecido como Ammar al-Baluchi. Sobrinho do suposto mentor dos atentados de 11 de setembro, Khalid Sheikh Mohammed, ele foi identificado em "A hora mais escura" como o detido torturado em uma prisão secreta da CIA.

Seu apelo ao juiz militar James Pohl foi assinado por outros quatro réus, incluindo seu tio. O pedido de 418 páginas, publicado no site das comissões militares, inclui dezenas de textos e e-mails da diretora do filme, Kathryn Bigelow, e do cinegrafista Mark Boal. A organização Judicial Watch revelou que "a administração Obama deu aos cineastas um incomum acesso a informações classificadas, incluindo aos nomes dos agentes da CIA envolvidos na operação contra Osama bin Laden", abordadas no filme.

James Connell disse que pediu a projeção dos primeiros 20 minutos do filme, mas que não tem certeza da que será atendido. Nesses minutos aparece um detido chamado "Ammar", sobrinho do cérebro dos ataques de 11 de setembro e acusado de ter conseguido o financiamento desses ataques. "Ammar é torturado, trancado em um caixão, despido e amarrado com uma coleira de cachorro em uma prisão secreta da CIA.


Assista ao trailer:




Bookmark and Share



Fonte: AFP





» Tags:Cinema Variedades


O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.