Porto Alegre, quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

  • 05/01/2014
  • 08:52
  • Atualização: 09:00

Aos 92 anos, morre o produtor Saul Zaentz

Vencedor de três premiações do Oscar teve complicações relacionadas ao Alzheimer

Aos 92 anos, morre o produtor Saul Zaentz | Foto: Vince Bucci / AFP / CP

Aos 92 anos, morre o produtor Saul Zaentz | Foto: Vince Bucci / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

O produtor cinematográfico Saul Zaentz, vencedor do Oscar pelos filmes "Um estranho no ninho", "Amadeus" e "O paciente inglês" morreu em sua casa, em São Francisco, aos 92 anos, segundo a imprensa americana.

Zaentz faleceu na sexta-feira de complicações relacionadas ao mal de Alzheimer, informou seu sobrinho Paul Zaentz ao jornal Los Angeles Times. "Era um homem extraordinário", declarou Paul Zaentz, que trabalhou com o produtor por 37 anos, segundo o Hollywood Reporter.

Zaentz, que começou no ramo da música antes de se atirar no universo do cinema, era conhecido por produzir filmes
intelectuais. Ele até mesmo fundou uma produtora de cinema independente em Berkeley, perto de São Francisco, para ficar longe de Hollywood.

"Um estranho no ninho", também conhecido como "Voando sobre um ninho de cucos" (One Flew over the Cuckoo's Nest, 1975), co-produzido com o ator Michael Douglas, tinha Jack Nicholson no papel de um paciente de uma instituição psiquiátrica e ganhou cinco Óscares, incluindo o de Melhor Diretor para Milos Forman.

Zaentz e Forman voltaram a trabalhar juntos em "Amadeus" (1984) sobre a vida do músico Wolfgang Amadeus Mozart. O filme recebeu oito Óscares, incluindo o de Melhor Filme e o de Melhor Ator para F. Murray Abraham. "O paciente inglês" (1996), em que Zaentz trabalhou com o diretor Anthony Minghella, ganhou nove estatuetas, incluindo o de Melhor Filme e de Melhor Diretor.

No início de sua carreira, fez fortuna com sua gravadora Fantasy Records, que deu vida a músicos de jazz e do grupo de rock Creedence Clearwater Revival.

Bookmark and Share


TAGS » Cinema, Variedades