Porto Alegre, sábado, 25 de Outubro de 2014

  • 27/01/2014
  • 21:38

Pintor e escultor Fernando Botero escapa de incêndio em sua casa de campo

Artista nasceu na cidade de Medellín e vive entre Mônaco, Nova York e Itália

Artista nasceu na cidade de Medellín e vive entre Mônaco, Nova York e Itália | Foto: Divulgação / CP

Artista nasceu na cidade de Medellín e vive entre Mônaco, Nova York e Itália | Foto: Divulgação / CP

  • Comentários
  • AFP

O pintor e escultor Fernando Botero, principal artista colombiano vivo, saiu ileso de um incêndio ocorrido à meia-noite de domingo, em sua casa de campo na localidade de Ríonegro (Antioquia, noroeste), informaram os bombeiros nesta segunda-feira à AFP.

"Recebemos uma chamada às 23h45 (01h45 de Brasília). Atendemos o incêndio com três máquinas. O pintor e seus
amigos estão bem, apenas o mordomo da propriedade ficou ferido pela queda de uma viga", disse o tenente Elson
Zuluaga, do corpo de bombeiros de Ríonegro.

Dois quadros foram retirados da casa sem danos, já que os bombeiros conseguiram evitar que as chamas
atingissem o ateliê do pintor, que fica fora da residência principal, onde o incêndio começou, acrescentou o
tenente.

"O incêndio comprometeu 50% da estrutura da casa", afirmou, acrescentando que as causas ainda não foram
estabelecidas.

"Tampouco foram determinadas as perdas materiais", completou.

Botero estava em casa, na companhia da mulher, Sofía Vari, e de um grupo de amigos. Todos deixaram o local.

O artista, 81 anos, nasceu na cidade de Medellín, capital de Antioquia, e vive entre Mônaco, Nova York e
Itália. Ele costuma passar as férias na Colômbia.


TAGS » Gente, Variedades, Artes