Porto Alegre, sábado, 25 de Outubro de 2014

  • 05/02/2014
  • 08:21
  • Atualização: 08:31

“Operação Sombra: Jack Ryan” estreia nesta sexta em Porto Alegre

Filme estrelado por Chris Pine tem direção de Kenneth Branagh

Ataque à economia americana tem Pine e Costner como parceiros no thriller que estreia sexta | Foto: Paramount Pictures / Divulgação / CP

Ataque à economia americana tem Pine e Costner como parceiros no thriller que estreia sexta | Foto: Paramount Pictures / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Tiaraju Brockstedt / Correio do Povo

Mais do que uma simples aventura, “Operação Sombra: Jack Ryan”, título que estreia na próxima sexta-feira nos cinemas de Porto Alegre, é uma tentativa dos estúdios da Paramount de reviver o potencial de uma franquia que já deu ótimos resultados nas bilheterias com quatro produções anteriores. Estrelado por Chris Pine, dirigido por Kenneth Branagh (que também está no elenco) e com base (remota) na obra do falecido Tom Clancy, “Operação Sombra...” não teve, nos Estados Unidos e no Canadá, uma estreia como a Paramount sonhava. Com algumas semanas de exibição, a fita alcançou US$ 30,1 milhões, o que parece muito mas está bem longe do sucesso que poderia relançar a franquia. Aguarda-se, agora, o desempenho do filme no mercado internacional.

Ao contrário de “A Caçada ao Outubro Vermelho”, “Jogos Patrióticos”, “Perigo Real e Imediato” e “A Soma de Todos os Medos” (com o protagonista interpretado respectivamente por Alec Baldwin, Harrison Ford e Ben Affleck), esta quinta versão não tem por base um livro de Clancy, falecido em outubro passado com 66 anos de idade. Só para constar, o diretor Branagh dedicou a fita ao autor que vendeu mais de 100 milhões de livros pelos países do mundo.

O roteiro pretende ser uma reflexão sobre o patriotismo nos dias de hoje. Assim, o agente Jack Ryan precisa enfrentar Viktor Cherevin, um oligarca russo que pretende dinamitar a economia norte-americana, combinando um ataque terrorista mortal e alguns inesperados movimentos financeiros gigantescos. Em sua missão, o herói contará com a ajuda de sua bela companheira (interpretada por Keira Knightley que estava a fim de fazer um filme para se divertir) e de seu mentor (Kevin Costner). O diretor reservou para si mesmo o papel do vilão. Não se está mais no período da Guerra Fria, mas o inimigo dos EUA ainda é a Rússia. Apesar do novo ator e do roteiro não baseado em Clancy, as características básicas do herói estão lá: um ex-marine ferido em combate, contratado pela CIA em seu regresso à vida civil.

Assista ao trailer:


Bookmark and Share


TAGS » Cinema, Variedades