Porto Alegre, sexta-feira, 19 de Dezembro de 2014

  • 06/02/2014
  • 07:50
  • Atualização: 08:20

Brasil participa do Festival de Berlim que começa hoje

Com o filme “Praia do Futuro”, o diretor Karin Ainouz compete pelo Urso de Ouro

Jesuita Barbosa, o diretor Karin Ainouz e Wagner Moura, do filme brasileiro Praia do Futuro | Foto: Joe Dilworth / Divulgação / CP

Jesuita Barbosa, o diretor Karin Ainouz e Wagner Moura, do filme brasileiro Praia do Futuro | Foto: Joe Dilworth / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Os crimes nazistas pela Europa e a China em transformação são os temas centrais da edição 2014 do Festival de Berlim, que começa hoje com a participação do Brasil na competição oficial pelo Urso de Ouro, com a fita de Karin Aïnouz, “Praia do Futuro”. Um total de 400 obras, dentro ou fora da competição, será exibido no festival. George Clooney estará presente para a primeira exibição de seu novo filme, “Caçadores de Obras-Primas”, sobre uma equipe de especialistas em arte que tentam salvar o patrimônio europeu das mãos dos nazistas durante a Segunda Grande Guerra. “The Grand Budapest Hotel”, de Wes Anderson, abre o evento hoje à noite.

A seleção oficial conta com 23 títulos, e 20 deles concorrem ao Urso de Ouro, a premiação máxima da Berlinale. Serão 18 pré-estreias mundiais e três primeiras projeções. A China participa com três títulos: “Black Coal, Thin Ice”, “Blind Message” e “No Man's Land”. O júri é presidido pelo produtor norte-americano James Schamus.

O nazismo é tema de “Diplomatie”, de Volker Schlöndorff, sobre as razões pelas quais os nazistas optaram por não destruir Paris; “The Decent One”, documentário sobre cartas, escritos e fotos do braço-direito de Hitler, Heinrich Himmler; “Memory Of The Camps”, do Museu Imperial da Guerra sobre a liberação do campo de concentração de Bergen-Belsen; e “Night Will Fall”, com base nas imagens do título anterior.

Entre os diretores, cujos trabalhos participam da competição oficial do festival, destacam-se os nomes de Alain Renais, Richard Linklater e Rachid Bouchareb.

Bookmark and Share