Porto Alegre, sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

  • 08/02/2014
  • 20:48
  • Atualização: 21:02

Chuva, suor e samba abrem Carnaval da Cidade Baixa

Mais de 300 pessoas participaram do evento de rua que ocorrerá nos fins de semana até março

  • Comentários
  • Correio do Povo

Mais de 300 pessoas participaram do primeiro dos nove dias de folia que estão programados para os finais de semana de fevereiro e março no chamado Carnaval de Rua da Cidade Baixa, em Porto Alegre. O evento é uma iniciativa da Associação Cidade Baixa em Alta e a programação segue até o dia 15 de março. Mas os organizadores não descartam a possibilidade de estendê-la em função da Copa. O primeiro encontro teve animação do Bloco Panela do Samba com reforço da bateria da Academia de Samba Praiana.

Quando os primeiros acordes do Panela do Samba começaram, uma forte chuva caiu sobre a Capital. "Cheguei a pensar que teria que adiar a festa, mas, felizmente, a chuva veio só pra refrescar", contou Tiago Faccio, um dos organizadores. Segundo ele, o objetivo da iniciativa faz parte de um amplo projeto que visa o resgate da cultura da Cidade Baixa.

A cada final de semana dois blocos se apresentam das 19h30min às 22h. No sábado o esquenta começou na rua João Alfredo próximo a Lopo Gonçalves, dali o bloco seguiu em direção ao Largo Zumbi dos Palmares onde encerrou a festa. "Vamos também fazer eventos na Sofia Veloso, República e Lima e Silva", explicou Faccio.

Embalados pelo samba e pelo ar fresco pós chuva, as pessoas dançavam e cantavam ao som de conhecidos sambas de enredo do Carnaval do Rio de Janeiro e de Porto Alegre. Muitos capricharam no visual, com bonés, chapéus e fantasias, além de camisetas que identificavam seus grupos. "Na verdade, cada bloco que se apresenta traz consigo uma comunidade, mas a maior parte do público é aquele que curte o Carnaval de rua da Cidade Baixa", comentou Faccio. Era o caso da veterinária Letícia Gutierrez, que veio da Zona Sul para prestigiar o evento. "Sempre venho nas festas da Cidade Baixa e hoje a chuva ajudou bastante."

Com camisetas lilás, o Bloco do Divino foi criado há pouco mais de um ano por moradores do Menino Deus. "Ao todo somos em 48, mas hoje vieram menos. É nossa primeira vez neste evento", contou a fundadora do bloco, Ariane Barrei. No próximo final de semana vão se apresentar o Galo de Porto, sábado (15), e Filhos do Cumpadi Washington e Do Jeito que Tá Vai, domingo (16).

Bookmark and Share