Porto Alegre, segunda-feira, 22 de Dezembro de 2014

  • 15/02/2014
  • 09:34
  • Atualização: 10:23

Opera "La Bohème" ganha exibição nos cinemas de Porto Alegre

Obra de Giacomo Puccini tem sessões com duas horas e 45 minutos de duração

Ópera ´La Bohème´, de Giacomo Puccini, em montagem londrina | Foto: Johan Persson / Divulgação / CP

Ópera ´La Bohème´, de Giacomo Puccini, em montagem londrina | Foto: Johan Persson / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Uma montagem da ópera “La Bohème”, de Giacomo Puccini, realizada pela Royal Ópera House de Londres, será exibida em salas de cinema de Porto Alegre neste sábado e domingo. Considerada uma das mais comoventes e completas obras do romantismo italiano, a montagem será exibida em sessões com duas horas e 45 minutos de duração (incluindo dois intervalos).

Criada por Puccini em 1896, traz a história de Rodolfo, um intelectual que tem dificuldade em pagar o aluguel, e a costureira Mimi. Eles fazem parte da classe menos favorecida da sociedade de então e sofrem com a neve que castiga naquele inverno. Apesar das dificuldades, eles se apaixonam. Mas a felicidade do casal é ameaçada quando ele descobre que a amada está gravemente doente. Mimi sofre de tuberculose e por isso tem uma aparência pálida e frágil. Como pano de fundo deste romance, a obra exibe características da boemia de Paris por volta do ano 1830.

O tenor Rolando Villazón faz o papel do poeta Rodolfo e o barítono norueguês Audun Iversen interpreta seu amigo Marcello. As vozes femininas são de Maija Kovalevska (Mimi) e Stefania Dovhan (Musetta). A orquestra e o coro são da própria Royal Opera House. Na direção-geral da ópera está John Copley. O maestro que conduz o espetáculo é Mark Elder. Haverá sessões também nas próximas terça e quinta-feira na rede Cinemark. A ópera será exibida com legendas em português.

A Royal Opera House apresenta mais de 400 espetáculos por ano no seu consagrado teatro em Londres, em Covent Garden (Inglaterra), e atinge um público de mais de 650 mil pessoas. Em 2012, mais de 7,5 milhões de pessoas apreciaram os espetáculos no mundo todo através de sessões de cinema. O Brasil tem um papel importante entre os mais de 35 países onde são apresentadas as óperas e os balés da ROH desde 2011, quando foi o segundo país em público na exibição de “Carmen em 3D”, atrás apenas do Reino Unido. “Ao transmitir a temporada do Royal Opera House de Londres, a Cinemark oferece ao público brasileiro espetáculos da mais alta qualidade artística que reúnem dança, música e artes cênicas”, afirma Maricy Leal, gerente de Marketing da rede.

Assista ao trailer:



Bookmark and Share