Porto Alegre, sábado, 1 de Novembro de 2014

  • 21/02/2014
  • 12:57
  • Atualização: 13:04

Sem PPCI no Porto Seco, realização da Muamba é ameaçada

Ritmo de montagem de camarotes, arquibancadas e espaços dos jurados era intenso

Ritmo de montagem de camarotes, arquibancadas e espaços dos jurados era intenso | Foto: Tarsila Pereira

Ritmo de montagem de camarotes, arquibancadas e espaços dos jurados era intenso | Foto: Tarsila Pereira

  • Comentários
  • Mauren Xavier / Correio do Povo

Sem o Plano de Prevenção e Proteção Contra Incêndio (PPCI) do Complexo Cultural do Porto Seco, a Muamba, ensaio oficial antes do desfile do Carnaval de Porto Alegre, poderá não ocorrer neste sábado. O evento, que conta com a presença de todas as escolas do Grupo Especial, está marcado para esta noite no Porto Seco. “Vamos correr contra o tempo para evitar que a Muamba seja prejudicada”, afirmou na manhã desta sexta o coordenador de Manifestações Populares da Secretaria Municipal da Cultura, Joaquim Lucena.

Segundo ele, o impasse ocorre porque apesar de a muamba ser um evento teste, a Justiça determinou que o Porto Seco só será liberado após a apresentação do PPCI final. Assim, são exigidas instalações de estruturas e equipamentos que não seriam necessários até o evento oficial, que começará na próxima sexta-feira, com a apresentação das escolas do grupo Especial. Entre as exigências estão estruturas de apoio do evento e que são temporárias. A alternativa, explicou Lucena, será apresentar um novo plano e aguardar para este sábado a vistoria do Corpo de Bombeiros. Até este processo, o Porto Seco segue interditado para a realização de eventos.

Nesta manhã, o ritmo era intenso para finalizar as montagens dos camarotes, arquibancadas e espaços onde estarão os integrantes do corpo de jurados. O cronômetro e o semáforo que marcarão o tempo de apresentação de cada escola na avenida também foram instalados. O teste do som, um dos pontos principais analisados na muamba, foi realizado com êxito na quinta-feira passada.

Ainda estavam sendo concluídas a parte elétrica e a colocação das barras de proteção ao longo da extensão da pista. As estruturas de apoio, como o espaço que abriga a praça de alimentação, ainda não estavam prontas, assim como as escadas de acesso ao segundo andar dos camarotes. Como o Porto Seco não tem as estruturas de arquibancadas e camarotes fixas, anualmente elas precisam ser montadas e, automaticamente, receberem a autorização do Corpo de Bombeiros. No ano passado, o impasse na liberação do Porto Seco durou até poucas horas do início dos desfiles oficiais.

Pelo calendário da Prefeitura, na próxima sexta-feira e sábado ocorrem as apresentações do Grupo Especial, no domingo do Grupo Intermediário A, e na segunda, o Acesso. Na terça-feira está prevista a apuração e, no sábado seguinte, o desfile das campeãs.


Bookmark and Share


TAGS » Carnaval, Variedades