Porto Alegre, sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

  • 28/02/2014
  • 23:33
  • Atualização: 23:56

Scarlett Johansson e Roman Polanski são premiados no César

Grande vencedor da noite foi o filme “'Les Garçons et Guillaume à table”

Roman Polanski e Scarlett Johansson recebem prêmio do César 2014 | Foto: Martin Bureau / AFP / CP

Roman Polanski e Scarlett Johansson recebem prêmio do César 2014 | Foto: Martin Bureau / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

A 39ª Edição do César, cerimônia equivalente ao Oscar na França, reuniu personalidades do cinema nesta sexta-feira, no Teatro Châtelet, em Paris. O diretor Roman Polanski, de "La Vénus à la fourrure", recebeu seu 4º César da carreira pela função. A americana Scarlett Johansson foi apreciada com a estatueta honorária, que ganhou das mãos do diretor Quentin Tarantino.

O longa-metragem “'Les Garçons et Guillaume à table” foi considerado o melhor filme e também deu ao seu diretor, ator e autor, Guillaume Gallienne, as estatuetas melhor filme de estreia, melhor ator, melhor adaptação e melhor montagem.
O César de melhor atriz foi para Sandrine Kiberlain, por seu papel na comédia “9 mois ferme”, de Alberto Dupontel, que também foi selecionado como melhor roteiro.

Indicado em oito categorias, o polêmico "Azul é a cor mais quente", de Abdellatif Kechiche, deu apenas o César de melhor atriz revelação à Adèle Exarchopoulos, que protagoniza uma história de amor entre duas mulheres ao lado de Léa Seydoux, indicada a melhor atriz.

Um dos pontos altos da noite foi a primeira aparição pública da atriz Juliet Gayet desde janeiro, quando foi apontada como pivô da separação do presidente francês François Hollande e Valérie Trierweiler.

Confira os vencedores do César 2014:
Melhor filme:
“'Les Garçons et Guillaume à table”
Melhor diretor: Roman Polanski, de “La Vénus à la fourrure”
Melhor roteiro: “'Les Garçons et Guillaume à table”
Melhor ator: Guillaume Gallienne, de “'Les Garçons et Guillaume à table”
Melhor atriz: Sandrine Kiberlain, de “9 mois ferme”,
Melhor atriz coadjuvante: Adèle Exarchopoulos, de “La vie d’Adèle” (Azul é a cor mais quente)
Melhor ator coadjuvante: Niels Arestrup, de “Quai d’Orsay”
Melhor montagem: “'Les Garçons et Guillaume à table”
Melhor adaptação: “'Les Garçons et Guillaume à table”
Melhor filme de estreia: “'Les Garçons et Guillaume à table”
César honorário: Scarlett Johansson

Bookmark and Share