Correio do Povo

Porto Alegre, 1 de Outubro de 2014


Porto Alegre
Agora
21ºC
Amanhã
13º 20º


Faça sua Busca


Arte & Agenda > Variedades

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

03/03/2014 12:11 - Atualizado em 03/03/2014 12:23

Escolas do Grupo Intermediário encerram Carnaval no Porto Seco

Cerca de 25 mil pessoas acompanharam desfiles em Porto Alegre

Escolas do Grupo Intermediário encerram Carnaval no Porto Seco<br /><b>Crédito: </b> Anselmo Cunha / PMPA / Divulgação / CP
Escolas do Grupo Intermediário encerram Carnaval no Porto Seco
Crédito: Anselmo Cunha / PMPA / Divulgação / CP
Escolas do Grupo Intermediário encerram Carnaval no Porto Seco
Crédito: Anselmo Cunha / PMPA / Divulgação / CP

Milhares de pessoas amanheceram no Complexo Cultural do Porto Seco, em Porto Alegre, ao som da bateria da última escola do Grupo Intermediário A a passar pela avenida, por volta das 7h. A Acadêmicos de Niterói fechou o sambódromo com enredo sobre Manuel Padeiro, o zumbi dos Pampas. A prefeitura estima que cerca de 25 mil tenham passado pelas arquibancadas e camarotes entre domingo e a madrugada desta segunda-feira.

Das sete agremiações que faziam parte do grupo, a mais esperada era a Academia de Samba Praiana. “Fizemos um desfile digno de voltar para o Grupo Especial”, afirmou o presidente, Miro Leal. Os integrantes cantaram com garra o samba baseado no livro O Pequeno Príncipe com a expectativa de deixar para trás o rebaixamento. “Tem escolas piores que não perdem pontos. Sou praianense desde 1982 e minha escola revolucionou o carnaval de Porto Alegre”, declarou a funcionária pública Nilsa Lessa, 63, que acompanhou nervosa amigos e familiares passarem pela pista representando a verde e rosa da Capital.

Com carros imponentes, a Unidos do Capão saiu como uma das favoritas para disputar uma vaga na elite do carnaval. A escola também apresentou fantasias luxuosas em tons de azul em alusão ao Grêmio, paixão do homenageado Fábio Koff. Os expectadores dançaram ao som da bateria. Nem mesmo uma briga com interferência da Brigada Militar na concentração, tirou o brilho dos participantes.

Outra que surpreendeu foi a Império do Sol, de São Leopoldo, com alas sobre a cidade de Gramado. Representações do Natal Luz, Festival de Cinema e outras atrações encheram os olhos de quem observou a agremiação. A Unidos do Guajuviras comemorou os 75 anos de Canoas, com referências à cidade. Os carros da Copacabana chamaram a atenção durante o desfile com enredo “Se eu for falar de Portela, não vou terminar”. Em um deles, atletas faziam acrobacias em argolas e em tiras de pano.  Já outro veículo, trazia uma grande águia prateada.

A Protegidos da Princesa Isabel entrou no Porto Seco com fantasias para demonstrar preocupação com o futuro. O tema enredo “E o amanhã, como será?” apresentou as transformações da natureza, incluindo as tecnológicas. Enquanto a penúltima escola passava pela avenida, o sol já começava a aparecer e as arquibancadas já estavam quase vazias. As tribos Os Guaianazes e Os Comanches também desfilaram.

Campeãs


Até a madrugada de segunda-feira, os pontos das escolas que desfilaram no dia anterior não haviam sido divulgados. Porém duas agremiações já foram penalizadas pelos jurados. Forte candidata ao rebaixamento, a Imperatriz Leopoldense foi penalizada em 18,5 pontos e a Samba Puro tem débito de 12,7 pontos.

De acordo com regulamento, a agremiação do Vale do Sinos recebeu as sanções em razões de atrasos na pré-concentração, concentração e no início do desfile, não obediência ao número mínimos de carros, poucos integrantes
na bateria e por ter finalizado a apresentação antes do tempo estabelecido. Já a Samba Puro também teve desconto por atrasos a atrasos na pré-concentração, concentração e por terminar o percurso depois do tempo permitido.

As escolas campeãs do Carnaval de Porto Alegre serão conhecidas na tarde desta terça-feira. A apuração ocorrerá no Complexo Cultural do Porto Seco e poderá contar com a presença das torcidas. Os desfiles das vencedoras ocorrerá no sábado de noite.

Durante o encontro, serão divulgadas as notas de quesitos como Bateria, Harmonia, Samba-enredo, Enredo, Fantasia, Evolução, Alegorias e Mestre- Sala e Porta-Bandeira. Entre as novidades do processo, existe o fato de
que haverá um jurado a mais por quesito. Desta forma, são quatro avaliadores. A nota mais baixa será descartada de cada agremiação.

Desta vez, conforme regulamentado, haverá o descenso de duas das 11 escolas do Grupo Especial e ascenso de apenas uma do Intermediário A. O Grupo A, hoje com sete agremiações, rebaixará duas escolas para o Acesso,
de onde receberá apenas uma. Haverá, ainda, desclassificação da última colocada do Grupo de Acesso.

Bookmark and Share


Fonte: Karina Reif / Correio do Povo






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.