Porto Alegre, sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

  • 09/03/2014
  • 09:49
  • Atualização: 09:53

Desfile das campeãs do Carnaval de POA empolga o Porto Seco

Durante premiação, Fortunati diz que licitação para obras no sambódromo ocorrerá ainda neste semestre

  • Comentários
  • Wagner Machado / Correio do Povo

Não faltaram razões para que o trecho do samba-enredo da Imperadores do Samba "Sou fiel resistência de corpo e alma na passarela" fosse cantado à exaustão na madrugada e manhã deste domingo no final do Desfile das Campeãs do Carnaval de Porto Alegre. Antes da escola, que venceu com 239, 5 pontos, cruzar a avenida do Complexo Cultural do Porto Seco, o presidente da agremiação Luiz Carlos Amorim Borges desabafou: “Este título estava engasgado na nossa garganta”, disse, ao se referir ao jejum de cinco anos sem vencer a competição, depois amargar por dois anos consecutivos o vice-campeonato, as limitações da quadra, que é afetada em razão das obras no entorno do Estádio Beira-Rio, e também aos recursos financeiros limitados.

Mesmo sem a presença do homenageado, o escritor Luis Fernando Verissimo, mas já com a tão almejada taça na mãos, os componentes da Imperadores do Samba fizeram uma grande festa na passarela e foram ovacionados por grande parte das 10 mil pessoas que acompanharam o desfile. Se na apresentação oficial o carro alegórico da Comissão de Frente estragou, desta vez, o elemento funcionou e complementou a excelente apresentação da agremiação equipe. Fazendo valer o apelido de Escola do Povo, o intérprete Vinicius Machado invadiu as arquibancadas para cantar junto com os torcedores.

A União da Vila do IAPI mostrou na avenida o motivo que a consagrou como vice-campeã: garra e alegria. Ao levar os encantos da cidade de Canela para o sambódromo, como a Cascata do Caracol e a Catedral de Pedras, a "Locomotiva da Zona Norte" empolgou quem estava na arquibancada.

Apesar da ausência de muitos adereços e sem os carros alegóricos completos, assim como todas as outras, a terceira colocada, Estado Maior da Restinga homenageou a cantora gaúcha Elis Regina e reafirmou a força da agremiação da Zona Sul da Capital. Os Tinguerreiros destacaram momentos importantes da vida da artista. Com um refrão empolgante e que caiu na boca do povo, a Acadêmicos de Gravataí sacudiu o Porto Seco. A escola da "Onça Negra", que ficou em quarto lugar, contou a história do famoso festival folclórico de Parintins, e repetiu o feito de levantar os espectadores.

Com a tradicional paradinha da bateria, a mais antiga entidade carnavalesca de Porto Alegre e Campeã de 2013, mas que ficou em quinto lugar na competição, os Bambas da Orgia valorizaram a vida e obra do escritor Moacyr Scliar. Durante a apresentação, o presidente Cleomar Rosa anunciou o enredo de 2015 ““Bahia, plural de um canto singular.”

Com o passeio de Maria Fumaça por Bento Gonçalves, Carlos Barbosa e Garibaldi, a Embaixadores do Ritmo, sexta colocada, mostrou parte da história dos imigrantes da região serrana.

Também passaram pelo complexo cultural a tribo Os Comanches, seguida da Realeza, campeã do Grupo de Acesso. Logo em seguida, foi a vez da Copacabana, vencedora do Grupo Intermediário A, que no próximo ano, desfilará na elite do Carnaval de Porto Alegre.

O desfile, além do retorno das melhores agremiações foi marcado pelos protestos. Durante as apresentações, muitas entidades pediram à Liga Independente das Escolas de Samba e Blocos do Rio Grande do Sul (Liesa) que a Comissão de Frente seja considerada quesito de julgamento, manifestaram repúdio ao casos de racismo sofridos pelo árbitro de futebol, Márcio Chagas, e pelo jogador Tinga. Além disso, reclamaram que, dez anos depois da inauguração, o Sambódromo ainda está inacabado. Neste sentido, durante pronunciamento de entrega das premiações, o prefeito José Fortunati afirmou: "Pretendemos lançar o edital de licitação para o início das obras ainda no primeiro semestre deste ano, para que, em 2015, já tenhamos concluída a primeira fase das arquibancadas", garantiu o chefe do executivo.

Com 239,5 pontos, a Imperadores do Samba foi a grande campeã do Carnaval deste ano. Em segundo lugar ficou a União da Vila do IAPI, com 239,4, seguida pela Estado Maior da Restinga, que ficou em terceiro lugar, com 239,1 pontos. No Grupo Intermediário A, a campeã foi a escola de samba Copacabana, que em 2015 desfilará pelo Grupo Especial. A Realeza foi a vencedora do Grupo de Acesso e passa para o Intermediário A. Entre as Tribos, o título ficou com Os Comanches.

Bookmark and Share