Porto Alegre, sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

  • 15/04/2014
  • 18:10
  • Atualização: 21:39

Bob Dylan é absolvido de acusação de injúria

Motivo foi uma entrevista publicada em 2012 na revista "Rolling Stone"

Bob Dylan é absolvido de acusação de injúria | Foto: Reprodução / Facebook Bob Dylan / CP

Bob Dylan é absolvido de acusação de injúria | Foto: Reprodução / Facebook Bob Dylan / CP

  • Comentários
  • AFP

Uma juíza francesa absolveu o cantor Bob Dylan da acusação de injúria, realizada por uma associação croata, anunciou à AFP o advogado do cantor, Thierry Marembert.

Dylan foi acusado em novembro em Paris de "cumplicidade com injúrias públicas" e "provocação ao ódio", depois de uma queixa apresentada em dezembro de 2012 pelo Conselho dos Croatas na França (CRICCF, em francês).

O motivo foi uma entrevista de Dylan publicada em outubro de 2012 na versão francesa da revista "Rolling Stone".

Comentando sobre seu compromisso histórico com o movimento a favor dos direitos civis dos negros, o cantor declarou que "se vocês têm a Ku Klux Klan no sangue, os negros podem sentir, sem dúvida. Assim como os judeus podem sentir sangue nazista, e os sérvios, sangue croata".

A juíza considerou que Dylan deu a permissão para a entrevista ser publicada somente na edição americana da revista, mas não na francesa. "Estou muito feliz que a Justiça tenha compreendido que Bob Dylan nunca quis ofender, ou difamar ninguém", afirmou Marembert.

A juíza manteve as acusações de "injúrias públicas" e "provocação ao ódio" ao diretor da versão francesa da "Rolling Stone", que vai ser julgado em um tribunal correcional.

Centenas de milhares de sérvios morreram em campos de concentração na Croácia entre 1941 e 1945, quando o país era governado por um governo aliado da Alemanha nazista. Posteriormente, entre 1991 e 1995, Croácia e Sérvia se enfrentaram em um conflito que deixou cerca de 20 mil mortos.


TAGS » Música, Gente, Bob Dylan