Porto Alegre, terça-feira, 21 de Outubro de 2014

  • 25/04/2014
  • 09:19
  • Atualização: 09:38

Acusado de agressão sexual, diretor de "X-Men" cancela participação em estreia

Abusos contra menor teriam ocorrido na década de 90

  • Comentários
  • AFP

O diretor de cinema norte-americano Bryan Singer, mundialmente conhecido pela saga "X-Men", anunciou que não
participará da promoção de seu filme por responder a acusações de agressão sexual.

Michel Egan III, um homem de 31 anos, acusa Singer de tê-lo obrigado a manter relações sexuais com ele durante várias festas na Califórnia e no Havaí no final dos anos 1990, quando Egan ainda era menor de idade.

O diretor de "X-Men" declarou que a demanda judicial apresentada contra ele na semana passada no Havaí era "uma tentativa deturpadade extorsão" de dinheiro a poucas semanas da estreia comercial de "X-Men: Days of Future Past".

Com o intuito de não atrapalhar os eventos de promoção do novo episódio da saga, Singer decidiu não fazer aparições públicas "em respeito às contribuições de atores de grande talento".


Bookmark and Share