Porto Alegre, quarta-feira, 26 de Novembro de 2014

  • 07/05/2014
  • 08:43
  • Atualização: 09:05

Frank Gehry vence prêmio Príncipe das Astúrias das Artes

Arquite americano teve projeto do Museu Guggenheim de Bilbao destacado pelo júri

Arquiteto venceu pelo projeto do Museu Guggenheim de Bilbao  | Foto: AFP / CP Memória

Arquiteto venceu pelo projeto do Museu Guggenheim de Bilbao | Foto: AFP / CP Memória

  • Comentários
  • AFP

O arquiteto americano Frank Gehry, responsável pelo projeto do Museu Guggenheim de Bilbao (País Basco), foi anunciado nesta quarta-feira como o vencedor do prêmio Príncipe das Astúrias das Artes, a primeira categoria revelada em 2014. O júri decidiu conceder o prêmio a Gehry "pela relevância e a repercussão de suas criações em vários países, com as quais definiu e impulsionou a arquitetura no último meio século", explica um comunicado.

"Seus edifícios se caracterizam por um jogo virtuoso com formas complexas, pelo uso de materiais pouco comuns, como o titânio, e por sua inovação tecnológica, que também teve repercussão em outras artes". Como peça simbólica de sua obra, o júri do Príncipe das Astúrias destaca o museu Guggenheim de Bilbao, inaugurado em 1997 e que permitiu a recuperação da cidade industrial do norte da Espanha após a depressão econômica do início dos anos 90.

Nascido em 1929 em Toronto, no Canadá, Gehry adotou a nacionalidade americana depois que se mudou em 1947 com os pais para Los Angeles. Em 1954 se formou em arquitetura. Com 33 anos e depois de passar um período em Paris, Gehry fundou o próprio estúdio em Los Angeles. Já recebeu vários prêmios, como o prestigioso Pritzker em 1989.

Bookmark and Share