Correio do Povo

Porto Alegre, 30 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
18ºC
Amanhã
17º 25º


Faça sua Busca


Arte & Agenda > Variedades

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

19/05/2014 17:00 - Atualizado em 19/05/2014 17:19

David Cronenberg leva sátira de Hollywood a Cannes

"Map to the stars" é uma obscura e delirante viagem à meca do cinema

David Cronemberg retorna ao Festival com o filme Map to the stars<br /><b>Crédito: </b> Loic Venance / AFP / CP
David Cronemberg retorna ao Festival com o filme Map to the stars
Crédito: Loic Venance / AFP / CP
David Cronemberg retorna ao Festival com o filme Map to the stars
Crédito: Loic Venance / AFP / CP

Uma sátira de Hollywood do canadense David Cronenberg, de 71 anos e que retorna a Cannes pela quarta vez, entrarou nesta segunda-feira na disputa pela Palma de Ouro em Cannes. "Map to the stars" é uma obscura e delirante viagem à meca do cinema, protagonizada por Robert Pattinson, Julianne Moore, Mia Wasikowska e John Cusack.

Através do retrato de uma família hollywoodiana rica, mas com angústias, inveja e à beira da implosão, Cronenberg disseca uma sociedade obcecada pelo dinheiro e por celebridades. Também desnuda as ambições desmedidas e o oportunismo que reinam em uma cidade repleta de predadores de todo tipo.  

Mas o cineasta advertiu que o filme não é uma crítica à 'cidade dos sonhos', na Califórnia. "Acontece o mesmo em Wall Street, no Silicon Valley, em todos os lugares onde existem pessoas desesperadamente ambiciosas", afirmou o diretor.

Baseada no romance de Bruce Wagner, que também escreveu o roteiro, o filme de Cronenberg não deixa de evocar a sátira ferina sobre Hollywood do americano Robert Altman, "O Jogador". "

Foxcatcher", uma história real

Em "Foxcatcher", o diretor americano Benett Miller vai além na exploração do impacto do dinheiro e da ambição, ao transportar o espectador para uma história verdadeira e trágica: a do herdeiro de uma das maiores fortunas do mundo, John Du Pont. 

Mas a história serve a Miller apenas como ponto de partida para construir um filme fascinante que, sem lições ou mensagens políticas, convida a uma reflexão sobre o poder do dinheiro na sociedade moderna. "Mais do que contar uma história, o que me interessava era fazer uma observação sobre o que está por baixo da história", explicou o diretor "Capote" e "Moneyball". O filme conta a história de um assassinato: filantropo e grande amante do esporte, John Du Pont (Steve Carell), que levado pelo desejo de ganhar o respeito da mãe (a grande atriz britânica Vanessa Redgrave), constrói um milionário centro de treinamento em "Foxcatcher", a magnífica propriedade da família, na região da Filadélfia. 

Com a cabeça voltada para os Jogos Olímpicos de Seul-1988, o excêntrico bilionário convida para o local o campeão olímpico de luta livre Mark Schultz (Channing Tatum) e seu irmão Dave (Mark Ruffalo), também campeão olímpico e treinador. A história acaba com o assassinato de um dos irmãos por Du Pont, o que levou o herdeiro da família, que possui a maior indústria química do mundo, a terminar a vida na prisão. 

O diretor e os atores contaram em Cannes que para fazer o filme mergulharam no mundo da luta livre por vários meses. Também realizaram um trabalho de "jornalismo investigativo". O filme foi uma "exploração, uma aventura", no qual "cada cena é apenas a ponta do iceberg", disse Miller, que pela primeira vez tem um filme na mostra oficial do principal festival de cinema do mundo. Dezoito filmes disputam a Palma de Ouro. Ainda restam quatro dias de exibições, mas a crítica já aponta alguns favoritos, como "Timbuktu",sobre a guerra santa nesta cidade do Mali, e "Winter sleep", do turco Nuri Bilge Ceylan, um drama íntimo rodado no centro de Anatolia.

Bookmark and Share

Fonte: AFP






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.