Porto Alegre, segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

  • 12/06/2014
  • 17:32
  • Atualização: 17:38

Morre atriz e ativista americana de direitos humanos Ruby Dee

Ruby morreu em casa na cidade de New Rochelle, no Estado de Nova York, na quarta-feira à noite

Atriz de teatro e cinema, poeta, cenógrafa e produtora e pioneira entre as atrizes negras de Hollywood | Foto: Timothy A. Clary / AFP / CP

Atriz de teatro e cinema, poeta, cenógrafa e produtora e pioneira entre as atrizes negras de Hollywood | Foto: Timothy A. Clary / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

A atriz e ativista de direitos humanos, Ruby Dee, morreu aos 91 anos, informou a imprensa norte-americana nesta quinta-feira. Atriz de teatro e cinema, poeta, cenógrafa e produtora e pioneira entre as atrizes negras de Hollywood, Ruby começou sua carreira na década de 1940 e atuou em mais de 70 filmes e 40 peças de teatro.

Ela se destacou em "O sol tornará a brilhar", em 1961, e em "O gângster", em 2007, que lhe valeu uma indicação ao Oscar de melhor atriz coadjuvante aos 83 anos. Ruby Dee morreu em sua casa na cidade de New Rochelle, no Estado de Nova York, na quarta-feira à noite.

Com seu marido e colaborador Ossie Davis, Ruby Dee também foi uma personalidade importante na luta pelos direitos civis nos Estados Unidos, amiga de Martin Luther King e de Malcolm X.

Bookmark and Share


TAGS » Cinema, Atriz