Porto Alegre, quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

  • 04/07/2014
  • 17:06
  • Atualização: 17:28

Fãs de heavy metal devem ter cuidado ao 'balançar cabeça', aponta estudo

Médicos registraram o caso de um homem que desenvolveu um hematoma no cérebro

  • Comentários
  • AFP

O 'headbanging', um tipo de dança que consiste em movimentos violentos da cabeça, ao ritmo da música hard rock ou heavy metal, pode às vezes ser perigoso para a saúde, segundo um estudo de caso publicado nesta sexta-feira na revista médica britânica The Lancet.

Embora o 'headbanging' seja normalmente considerado inofensivo, médicos alemães registraram o caso de um homem de 50 anos, que desenvolveu um hematoma no cérebro, em janeiro de 2013, quatro semanas após assistir a um show do Motörhead, grupo britânico de heavy metal.

O paciente se queixava de dores de cabeça violentas, que se agravaram com o passar dos dias. Os médicos descobriram um hematoma subdural (um espessamento de sangue entre os tecidos das meninges que recobrem o cérebro), que eles esvaziaram fazendo um buraco no crânio.

O 'headbanging' também foi associado a outros tipos de lesões, como os traumas da região cervical, dissecções da artéria carótida ou fraturas da 2ª vértebra cervical. Há vários tipos de 'headbanging', sendo o mais frequente a "up and down" (que consiste em sacudir a cabeça de cima para baixo). Entre os outros estão o "circular swing" (ou "moinho de vento"), que consiste em um movimento circular da cabeça ou "side-to-side", executado da direita para a esquerda. 

Bookmark and Share