Correio do Povo | Notícias | "Fillette" de Picasso é leiloado por 115 milhões de dólares em Nova Iorque

Porto Alegre

24ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sábado, 17 de Novembro de 2018

  • 09/05/2018
  • 07:24
  • Atualização: 08:05

"Fillette" de Picasso é leiloado por 115 milhões de dólares em Nova Iorque

Quadro pertencia à coleção de David Rockefeller, que faleceu em 2017

"Fillette" de Picasso é leiloado por 115 milhões de dólares em Nova Iorque | Foto: Christie's / Divulgação / CP

  • Comentários
  • AFP

O quadro de Pablo Picasso "La fillette à la corbeille fleurie" (1905) foi arrematado nesta terça-feira por 115 milhões de dólares, durante o primeiro grande leilão organizado pela Casa Christie's de Nova Iorque envolvendo a coleção Rockefeller. A obra, adquirida diretamente do artista espanhol em 1968 pela colecionadora americana Gertrude Stein e seu irmão Leo, obteve o sexto preço mais elevado para um quadro arrematado em leilão.

Pablo Picasso (1881-1973) tem o recorde de quatro obras vendidas por mais de 100 milhões de dólares em leilões. O quadro pertencia à coleção de David Rockefeller, que faleceu no ano passado, aos 101 anos. Avaliada em 600 milhões de dólares, a coleção Rockefeller deve superar facilmente o recorde de leilão para apenas um acervo estabelecido em 2009 com a venda de Yves Saint Laurent e Pierre Bergé, que somou 484 milhões de dólares.

Durante o leilão desta terça-feira na Christie's, "Nymphéas en fleurs" obteve o preço recorde para um quadro de Claude Monet (1840-1926) com 84,6 milhões de dólares. Esta tela pintada em Giverny entre 1914 e 1917 quebrou o recorde estabelecido por "Meule", em novembro de 2016 em Nova York, com 81,4 milhões de dólares.

"Odalisque couchée aux magnolias" estabeleceu outro recorde, para Henri Matisse (1869-1954), obtendo 80,7 milhões de dólares. A tela de 1923 quase dobrou os 46,4 milhões de dólares do recorde anterior, que pertencia a "Les coucous tapis bleu et rose" durante o leilão da coleção Saint Laurent e Bergé.