Correio do Povo | Notícias | Milhares aproveitam penúltima noite de Carnaval no Litoral Norte

Porto Alegre

22ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sábado, 23 de Junho de 2018

  • 13/02/2018
  • 15:53
  • Atualização: 16:20

Milhares aproveitam penúltima noite de Carnaval no Litoral Norte

Festa empolgou público durante a madrugada de terça em Capão da Canoa

 Família montou

Família montou "Blobo do Chalé" para festejar Carnaval na praia | Foto: Mauro Schaefer

  • Comentários
  • Mauren Xavier

Milhares de pessoas aproveitaram a penúltima noite e a madrugada de Carnaval para festejar na beira da praia no Litoral Norte. As principais praias contaram com programação específicas, que atraíram o público de todas as idades. E a festa avançou pela madrugada e, alguns mais animados amanheceram nas areias. Em Capão da Canoa, na avenida Beira-Mar, a concentração começou pouco na noite de segunda-feira e seguiu até o início da manhã desta terça. O show, na tenda principal, teve início ao som de pagode e samba, que foram cantados com o apoio do público, e seguiu com as marchinhas, funk e som eletrônico.

Apesar de muitos não estarem fantasiados, teve quem inovou e investiu na criatividade. Esse foi o caso da estudante de arquitetura, Raissa Teixeira, de 22 anos. Moradora de Porto Alegre, ela reuniu parte da família que mora em São Luiz Gonzaga e na Capital em uma casa na praia de Rainha do Mar. Na verdade, era em um chalé, o que acabou dando nome ao "Bloco do Chalé ", como estampado na camiseta que parte do grupo de 14 pessoas utilizava e no reforço da maquiagem. "Foi uma maneira de unir todo mundo e passar o Carnaval juntos", comentou ela. E o “modelito” chamou a atenção, assim como a animação dos integrantes do bloco. Além disso, teve foliões que optaram por adereços mais discretos, como tiaras piscantes e perucas coloridas. Roupas de super-heróis também marcaram presença entre o público.

Mesmo quem não era do País, aprovou a festa. Vinda de Misiones, na Argentina, Patrícia Luft contou que esse é o primeiro ano em que passa o Carnaval no Litoral gaúcho. “Estamos nos divertindo muito. A energia é ótima”, disse ela, ao lado do esposo Stevan e do filho Julian, de apenas 1 ano e 2 meses, que dançavam todas as músicas.

E na festa mais democrática, precisou de paciência quem buscava uma vaga para estacionar o carro. Conseguir um espaço era praticamente uma vitória na loteria, devido a intensa movimentação. Em Capão, a festa seguiu até o final da madrugada. E o serviço de limpeza começou cedo, às 6h30min, para recolher os resíduos deixados pelos foliões, especialmente garrafas e latinhas. Assim, quando o público começou a chegar para curtir a festa, o calçadão já estava limpo.

A folia foi grande em outras praias também. Em Atlântida Sul, a última noite de carnaval tomou conta das ruas, ao embalo do bloco Alto Astral. Em Tramandaí e Imbé a festa também reuniu milhares de foliões nas avenidas principais.