Correio do Povo | Notícias | Ator realiza sonho de infância ao interpretar o Super-Homem

Porto Alegre

23ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 13 de Novembro de 2018

  • 13/06/2013
  • 14:51
  • Atualização: 15:22

Ator realiza sonho de infância ao interpretar o Super-Homem

Britânico Henry Cavill deu a volta por cima depois de ser preterido para viver James Bond no cinema

Henry Cavill é o novo Superman | Foto: Warner Bros / Divulgação / CP

Henry Cavill é o novo Superman | Foto: Warner Bros / Divulgação / CP

  • Comentários
  • AFP

O britânico Henry Cavill é o ator da vez a vestir a famosa capa vermelha do Superman em "O Homem de Aço", que chega aos cinemas nesta semana com a expectativa de retomar o bom desempenho da franquia, que anda meio em baixa. No Brasil, o filme deve estrear em julho. Cavill, de 30 anos, protagonista da superprodução de 225 milhões de dólares, quer conquistar o público americano, junto com Amy Adams, que faz a repórter Lois Lane, e o australiano Russell Crowe, com o papel de pai do super-herói, Jor-El.

Cavill confessou ser fanático pelo Super-Homem desde a infância vivida em Jersey, nas ilhas britânicas do Canal da Mancha."Quando era pequeno, corria pelo jardim com uma toalha presa ao pescoço", contou Cavill. O galã de aspecto aristocrático chegou a ser apelidado de "homem mais azarado de Hollywood", depois de perder para Daniel Craig a oportunidade de interpretar James Bond, em 2005, e ficar sem papel em "O Retorno do Superman", em 2006.

Mas Cavill foi finalmente chamado pelo diretor de filmes de ação e de ficção científica Zach Snyder para o papel do famoso super-herói, interpretado por Christopher Reeve em quatro filmes, de 1978 a 1987, até ficar paraplégico depois de cair de um cavalo.

Músculos, beijos e CGI

A preparação para o papel envolveu um pesado treinamento físico de cinco meses e dietas especializadas para aumentar a massa muscular, além de uma intensa rotina para manter o físico, bastante exposto no filme. Aperfeiçoar seu sotaque americano também levou semanas de trabalhado com um treinador de voz. Amy Adams, indicada ao Oscar e que está em sua primeira superprodução de ação hollywoodiana, ficou impressionada com o sotaque do galã. "Está muito perto da perfeição", disse.

Ela elogiou também sua capacidade de atuação. "Ele tem presença física como Super-Homem... mas também tem essa vulnerabilidade e ternura que são charmosas", afirmou a atriz, admitindo que beijar o "homem de ferro", em um momento próximo ao clímax do filme foi menos divertido do que alguns possam pensar. "A gente sempre se decepciona quando descobre que as cenas de beijos são sempre muito técnicas. Mas é assim mesmo, faz parte do dia a dia de uma mulher trabalhadora", brincou timidamente a atriz.

O longa-metragem está cheio de efeitos especiais. Exemplo disso é o general Zod (Michael Shannon), o arqui-inimigo do falecido pai do Superman, e seus capangas, que ameaçam destruir a Terra. Na coletiva de apresentação do filme à imprensa americana, Amy Adams destacou que os autores terminaram de rodar o longa-metragem há dois anos e depois foram geradas as imagens por computador (CGI).

"O Homem de Aço" é a segunda superprodução com CGI do verão americano, depois do sucesso de "Homem de Ferro 3", e em meio a rumores de uma sequência de "Os Vingadores", o terceiro filme de maior bilheteria da história.

A franquia Super-Homem promete voltar para ficar. Na verdade, Cavill assinou um contrato que determina que ele pode ser chamado para protagonizar outros dois longas da saga. "Pelo que sei, não há nada planejado até agora... mas o tempo dirá", disse o galã. "Se eu gostaria de fazer outro filme? Sim, gostaria muito. Acho que seria muito divertido continuar contando esta história", acrescentou.

Confira o trailer do filme:

Bookmark and Share