Correio do Povo | Notícias | Mostra gaúcha de curtas ganha mais espaço no Festival de Gramado

Porto Alegre

24ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 18 de Dezembro de 2018

  • 13/08/2016
  • 10:06
  • Atualização: 10:15

Mostra gaúcha de curtas ganha mais espaço no Festival de Gramado

Competição terá um dia a mais nesta edição

Animação

Animação "Mundo de Wander", de Lisandro Santos, é um dos curtas em competição na Mostra Gaúcha | Foto: Festival de Gramado / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Adriana Androvandi

Uma das competições que integram o Festival de Cinema de Gramado é destinada aos curtas-metragens gaúchos, procurando incentivar a produção de novos talentos na área cinematográfica no Estado. Neste ano, a Mostra Gaúcha, tradicionalmente realizada no primeiro final de semana do festival, ganha mais uma sessão, na sexta-feira, antes do filme de abertura, ampliando a janela de exibições. As sessões ocorrerão, portanto, no Palácio dos Festivais, nos dias 26, 27 e 28 de agosto, à tarde.

A premiação em dinheiro também recebeu um incremento. Agora são R$ 48 mil no total, um aumento de 16% em comparação a anos anteriores.

Nesta edição, a comissão de seleção foi formada pelos seguintes membros de entidades do cinema gaúcho: Ane Siderman (Fundacine), Cristian Verardi (APTC), Daniel Feix (ACCIRS), Leo Sassen (SIAV) e Vicente Romano (Assembleia Legislativa). Entre algumas particularidades desta edição, há diretores que entraram na disputa com dois filmes (o que é permitido pelo regulamento), como Boca Migotto e Raul Fontoura.

Após uma alteração na lista de 24 curtas-metragens que foi anteriormente divulgada pelo evento, o curta “Tabaré Inácio”, de Luiz Alberto Cassol, passou a integrar a mostra competitiva. Ele substituiu “Preliminares”, de Douglas Kothe.

Confira a lista de curtas da Mostra Gaúcha:

“A Rua das Casas Surdas” de Flávio Costa e Gabriel da Fonseca Mayer

“Another Empty Space”, de Davi de Oliveira Pinheiro

“Às Margens”, de Boca Migotto

“As Três”, de Elena Sassi

“Bandidos Desalmados”, de Zaracla

“Carol”, de Mirela Kruel

“Dias dos Namorados”, de Roberto Burd

“Escape”, de Jonatas Rubert

“Escotofobia”, de Rafael Saparelli

“Horas”, de Boca Migotto

“Inatingível”, de Rodolfo de Castilhos Franco

“Interrogatório”, de Raul Fontoura

“Lipe, Vovô e o Monstro”, de Raul Fontoura

“Mundo de Wander”, de Lisandro Santos

“O Jardim Dos Amores De Woody Allen”, de Gustavo Spolidoro

“Objetos”, de Germano de Oliveira

“Outono Celeste”, de Iuri Minfroy

“Pobre Preto Puto”, de Diego Tafarel

“Quando Pisei Em Marte”, de Analu Favretto e Tais Percone

“Sesmaria”, de Gabriela Richter Lamas

“Tabaré Inácio”, de Luiz Alberto Cassol

“Venatio”, de Ulisses da Motta

“Vento”, de Betânia Furtado

“Vida Como Rizoma”, de Lisi Kieling