Porto Alegre

19ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sábado, 23 de Setembro de 2017

  • 11/09/2017
  • 15:17
  • Atualização: 15:46

"It: A Coisa" tem melhor estreia de um filme de terror nos EUA

Longa baseado em história de Stephen King arrecadou 123,1 milhões de dólares no primeiro fim de semana nos EUA

"It: A Coisa" tem melhor estreia de um filme de terror da história | Foto: Warner Bros. / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

O filme "It: A Coisa", adaptação cinematográfica da história de Stephen King, teve a melhor estreia da história para uma produção de terror nas salas norte-americanas. De acordo com o site especializado Box Office Mojo, o longa com orçamento de cerca de 35 milhões de dólares, arrecadou 123,1 milhões de dólares no primeiro fim de semana em cartaz. A marca é a maior do mês de setembro desde que o levantamento é realizado e a terceira maior de 2017, atrás apenas de "Mulher Maravilha" e "Homem-Aranha: De Volta ao Lar".

Com a façanha, a obra que retrata a chegada de Pennywise, um sinistro palhaço com um terrível histórico de violência e assassinatos, em Derry, no Maine, desbancou "Atividade Paranormal 3", de 2011, que havia arrecadado 52,6 milhões de dólares. Os resultados de "It" foram alcançados mesmo com 175 cinemas da Flórida fechados durante o fim de semana pelo furacão Irma - o estado representa habitualmente entre 5,5% e 6,5% do total da arrecadação do país.

"Nós superamos as projeções mais otimistas e agressivas de todos e acho que pode haver espaço para que possamos crescer mais ainda no próximo fim de semana disse Jeff Goldstein, presidente da distribuição doméstica da Warner Bros, o estúdio responsável pela película em entrevista ao jornal The Guardian. "Há algo realmente especial sobre a própria história, a forma como o filme foi feito e o marketing", finalizou.

No Brasil, o filme também teve sucesso. Com arrecadação de R$ 17,42 milhões entre 7 e 10 de setembro, estreou em primeiro lugar nas bilheterias nacionais no fim de semana prolongado. Em seus quatro primeiros dias em cartaz e ajudado pelo feriado de 7 de setembro, o reamake do longa de terror de 1990 vendeu 1,1 milhão de ingressos no país.