Correio do Povo | Notícias | Confira as obras que deram origem aos filmes do Oscar

Porto Alegre

18ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quinta-feira, 21 de Junho de 2018

  • 12/03/2018
  • 10:21
  • Atualização: 10:25

Confira as obras que deram origem aos filmes do Oscar

Livro escrito a partir do roteiro do Melhor Filme do Oscar, "A Forma da Água", é um dos destaques

Depois do cinema, confira as histórias nos livros que inspiraram filmes | Foto: Montagem / Reprodução / CP

Depois do cinema, confira as histórias nos livros que inspiraram filmes | Foto: Montagem / Reprodução / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Elisa Esposito é uma mulher órfã e muda que leva uma vida monótona como faxineira de um centro de pesquisas espaciais em Baltimore, EUA, durante a Guerra Fria. Sua vida vai mudar no dia em que ela descobre, num dos laboratórios que limpa, um homem anfíbio mantido em cativeiro, Logo, ela consegue um jeito de se comunicar com a criatura e vê seu afeto crescer por ela.

Este é o ponto de partida de “A Forma da Água” (Intrínseca), obra assinada pelo diretor do filme homônimo, Guillermo del Toro, em parceria com Daniel Kraus. Esta não é a primeira parceria da dupla, que também escreveu “Caçadores de Trolls”, lançado pela mesma editora e adaptado pela Netflix.

Quem leu “Me Chame pelo seu Nome” (Intrínseca), de André Aciman, sabe que muito da história do livro ficou fora do final do filme que termina no telefonema de Oliver contando para Elio que vai se casar. O que sobrou, os demais encontros entre Elio e Oliver, pode resultar num novo filme. Luca Guadagnino, o diretor, pensa em fazer uma continuação da história.

Até lá, confira “O Homem de Lata” (Faro Editorial), de Sarah Winman, outra quase história de amor entre dois amigos, Ellis e Michael. Um reservado e pouco falante; o outro, uma personalidade cativante; um cuidando do outro através de uma triste trajetória que acontece na infância; em meio aos problemas de família e por entre as perdas e os danos de uma existência. Os dois vão se apaixonar quando tiram férias na França e depois seguirão destinos diferentes. Ellis se casa com Annie; Annie conhece e gosta de Michael; o trio se sustenta sem maiores problemas, até o dia em que Michael vai embora de vez sem nunca mais voltar. Annie morre. Michael também. E, é claro, a vida continua.