Correio do Povo | Notícias | "Baril'70" reúne trabalhos de Fernando Baril em Porto Alegre

Porto Alegre

18ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 26 de Setembro de 2018

  • 16/07/2018
  • 14:43
  • Atualização: 15:58

"Baril'70" reúne trabalhos de Fernando Baril em Porto Alegre

Mostra pode ser conferida até setembro, no Margs

Exposição reúne 190 obras obras do artista  | Foto: Gilberto Perin / Divulgação / CP

Exposição reúne 190 obras obras do artista | Foto: Gilberto Perin / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Cento e noventa obras de Fernando Baril estão reunidas nas pinacotecas centrais do Margs (Praça da Alfândega, s/nº), na Capital. Intitulada "Baril'70", a exposição marca os 70 anos do pintor porto-alegrense. Sua obra não está inserida em movimentos ou modismos, mas, sim, faz uma crônica e análise da sociedade de consumo, com seus absurdos e preconceitos. Com entrada gratuita, a mostra segue em cartaz até setembro e pode ser visitada de terça a domingo, das 10h às 19h. 

Segundo o curador José Francisco Alves, junto com as cores e o humor particular do artista, suas obras documentam os momentos de boçalidade do avassalador “avanço” das tecnologias pessoais e no que estão sendo transformadas as pessoas. “Baril está nos chamando atenção para os absurdos”, destaca.

Alves diz que esta exposição não é totalmente uma retrospectiva, mas são apresentados alguns trabalhos de 1979 a princípios dos anos 80, exemplificativos de sua fase abstrata. Também presentes as pinturas da fase seguinte, do seu início figurativo, do inconsciente e dos sonhos. A parti daí, presente em grande número a tomada do mundo crítico, dos ícones da vida pop, em cores em profusão e do invejável domínio técnico.

Em meados da década de 1980, Baril já tinha abandonado a pintura abstrata pela qual havia recebido prêmios e reconhecimento. Como poucos de sua geração, em seguida moveu-se no sentido inverso, ao figurativismo. Esta sua nova produção teve grande impulso nos quatro anos que viveu e produziu intensamente em Nova Iorque, entre 1988 e 1992, marcando a característica pela qual ficou conhecido.

Entre os poucos artistas gaúchos que vive somente de seu trabalho, Baril passou pelo Atelier Livre da Prefeitura de Porto Alegre e estudou em universidades da América do Norte, em Vancouver (Canadá) e Los Angeles (EUA). A sua formação mais importante foi na Real Academia de Bellas Artes de San Fernando, em Madri, Espanha.