Correio do Povo | Notícias | Fundação Iberê Camargo inaugura duas novas exposições

Porto Alegre

18ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 26 de Setembro de 2018

  • 17/08/2018
  • 13:17
  • Atualização: 13:31

Fundação Iberê Camargo inaugura duas novas exposições

Mostras podem ser conferidas deste sábado até outubro

Obras de Iberê Camargo estão reunidas em

Obras de Iberê Camargo estão reunidas em "Iberê Camargo: formas em movimento" | Foto: Rômulo Fialdini / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Este final de semana será de novidades na Fundação Iberê Camargo, em Porto Alegre. Duas novas exposições serão lançadas neste sábado, dentro de uma série de atividades que marca o reposicionamento da instituição cultural, como o lançamento do novo site e a ampliação do programa educativo.

Uma das novas mostras é "Iberê Camargo: formas em movimento", que reúne cerca de 80 obras do artista e apresenta um recorte panorâmico de sua produção por meio de eixos temáticos que acompanham sua trajetória, desde seus desenhos de criança até as obras mais expressionistas dos anos 1980 e 1990. A exposição é organizada pelo Acervo em conjunto com o Programa Educativo da Fundação e destaca a versatilidade de Iberê e a potência de sua obra.

Apoiada em um amplo projeto educativo, "Iberê Camargo: formas em movimento" ficará em cartaz até 7 de outubro e permitirá que o público dialogue com o espaço expositivo, que será transformado em ateliê. Está prevista uma intensa programação de atividades paralelas, como oficinas, seminários e cursos com diferentes linguagens e diferentes idades e propostas. 

A segunda nova exposição é a coletiva "Caixa Preta", que contempla trabalhos de 40 artistas, entre fotógrafos, poetas, arquitetos, cineastas e artistas visuais – como Augusto de Campos, Júlio Plaza, Carlos Fajardo, Eliseu Visconti, Chelpa Ferro, Iberê Camargo, Manabu Mabe, Mauro Restiffe, Nuno Ramos, Oscar Niemeyer e Waltercio Caldas. A mostra pode ser conferida até 14 de outubro e também prevê atividades paralelas.

Com curadoria de Bernardo José de Souza, Eduardo Sterzi, Fernanda Brenner e Veronica Stigger, a mostra usa como metáfora a caixa-preta dos aviões e reflete sobre a relação entre arte e mundo, entre algumas obras de arte e o atual momento político do país e do mundo, mas também entre essas obras e o sistema das artes. Dessa forma, a exposição reúne “caixas-pretas” muito singulares, a serem localizadas, abertas, interpretadas e reinterpretadas. 

A Fundação Iberê Camargo está localizada na Avenida Padre Cacique, número 2000. A visitação ocorre aos sábados e domingos, das 14h às 19h - acesso até as 18h45min. De quarta a domingo, também são atendidos grupos agendados a partir do Programa Educativo.