Correio do Povo | Notícias | Morre Holly Woodlawn, atriz transgênero que inspirou Andy Warhol

Porto Alegre

24ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sábado, 17 de Novembro de 2018

  • 07/12/2015
  • 19:47
  • Atualização: 12:08

Morre Holly Woodlawn, atriz transgênero que inspirou Andy Warhol

História de vida da artista também gerou a música "Walk on the Wild Side" de Lou Reed

História de vida da artista também gerou a música

História de vida da artista também gerou a música "Walk on the Wild Side" de Lou Reed | Foto: Olivier Laban-Mattei / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

Holly Woodlawn, a atriz e modelo transgênero dos anos 1970 que foi musa do pintor Andy Warhol e inspirou a canção "Walk on the Wild Side", de Lou Reed, morreu neste domingo em Los Angeles em decorrência de um câncer. Ela tinha 69 anos.

Segundo a imprensa local, Woodland, que recentemente apareceu em dois episódios do seriado de comédia norte-americano "Transparent," lutava contra a dependência do álcool e de outras substâncias há anos. Batizada Haroldo Santiago Franceschi Rodriguez Danhakl, nasceu em Porto Rico e mudou seu nome para Holly Woodlawn após conhecer Warhol. Apareceu em dois filmes do artista: "Trash" e "Women in Revolt".

Joe Dallesandro, que contracenou com Woodlawn em "Trash", disse que estava com ela na hora de seu falecimento. "Às 15h06, horário de Los Angeles, ela morreu", relatou  no Twitter. "Sei que Holly sabia que eu estava com ela porque sempre amou o perfume que uso, Chanel Antaeus".

Woodlawn será lembrada por inserir a música de Reed, gravada em 1972, "Walk on the Wild Side," baseada em sua história de vida: depois que ela deixou sua casa em Miami aos 16 anos e pegou carona até New York.