Correio do Povo | Notícias | Stan Lee não fará mais sessões de autógrafos públicas

Porto Alegre

22ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, domingo, 16 de Dezembro de 2018

  • 06/08/2018
  • 16:56
  • Atualização: 17:11

Stan Lee não fará mais sessões de autógrafos públicas

Medida foi tomada devido a idade avançada do quadrinista

Medida foi tomada devido a idade avançada do quadrinista | Foto: Jesse Grant / Getty Imagens / CP

Medida foi tomada devido a idade avançada do quadrinista | Foto: Jesse Grant / Getty Imagens / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

A Desert Wind Comics, empresa responsável por promover sessões de autógrafos públicas de Stan Lee, anunciou que o quadrinista não irá mais participar deste tipo de evento. Com a justificativa de preservar a saúde do artista, a partir de agora somente serão aceitos envios de materiais para a obtenção do autógrafo de forma privada.

"Como muitos de vocês sabem, Stan Lee está envelhecendo e as oportunidades de assinatura estão ficando cada vez mais raras. E a obtenção de livros com a CGC Signature Series Grading (certificado de assinatura oficial) está se tornando mais difícil. A data e o local exatos dessas contratações não serão anunciados por motivos de segurança. Por isso, estamos simplesmente autorizados a anunciar o recebimento de livros com antecedência e aceitaremos livros até o prazo final", diz o comunicado no site da Desert Wind Comics.

Ao site "Bleeding Cool", o assessor Jonathan Bolerjack confirmou essa informação. "Para ser muito claro, Stan deixou 100% de fazer convenção/assinatura pública", afirmou. "Nos últimos anos, seu bem-estar foi comprometido por pessoas para ganhar dinheiro e essa prática acabou", completou.

No mesmo comunicado, Bolejack também informou que o quadrinista de 95 anos está assinando uma quantidade pequena de itens e de forma mais livre. "Isso tem provado ser frustrante para alguns, já que as pessoas estão acostumadas com Stan assinando centenas (e às vezes milhares) de livros por dia, porém minha preocupação é com a saúde e desejos de Stan, então ele assina o que quer, quando quer, que é como sempre deveria ser", revelou.

Esta medida chega em meio a acusações de abusos sofridos por Stan Lee. A mais grave delas foi publicada pelo site The Hollywood Reporter, em abril deste ano, em uma longa reportagem na qual diz ter obtido um documento assinado pelo empresário, no qual ele afirma que há "homens maus" tentando manipular sua filha para tomar posse de sua fortuna, mas que foi posteriormente negada em vídeo por ele.