Correio do Povo | Notícias | Inaugurada a 37ª edição da Feira Internacional do Livro de Sharjah

Porto Alegre

24ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 11 de Dezembro de 2018

  • 31/10/2018
  • 14:16
  • Atualização: 14:20

Inaugurada a 37ª edição da Feira Internacional do Livro de Sharjah

Governador do Emirado abriu o evento literário que apresenta 20 milhões de livros de 77 países e mais de 1,8 mil atividades

Xeque Al Qasimi corta a fita inaugural e abre a Feira do Livro de Sharjah | Foto: Noor Shubair / SIBF / Divulgação / CP

Xeque Al Qasimi corta a fita inaugural e abre a Feira do Livro de Sharjah | Foto: Noor Shubair / SIBF / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Luiz Gonzaga Lopes

Sua Alteza o Xeque Dr. Sultan bin Muhammad Al Qasimi, Membro do Conselho Supremo e Governador de Sharjah, inaugurou no final da manhã desta quarta-feira a 37ª edição da Feira Internacional do Livro de Sharjah (SIBF). Com o tema "A Tale of Letters" (Um conto das letras), a feira é organizada pela Autoridade do Livro de Sharjah Book Authority (SBA) e será realizada até 10 de novembro no Sharjah Expo Center.

A cerimônia de abertura contou com a homenagem a Azzeldine Mihoubi, Ministro da Cultura da Argélia, que foi selecionado como a Personalidade Cultural do Ano. Os vencedores dos Prêmios SIBF, Prêmio Turjuman e Prêmio Etisalat de Literatura Árabe Infantil também foram anunciados na cerimônia de abertura, nesta quarta-feira.

Esta edição vai receber mais de 20 milhões de livros de 1,6 milhões de títulos, dos quais 80 mil são novos títulos de 1.874 editoras de 77 países. Ao todo, serão mais de 1,8 mil atividades culturais, reunindo 472 autores, editores e demais integrantes da cadeia do livro, convidados de todo o mundo, com 200 sessões de autógrafos de escritores de 19 países.

O Japão é o convidado de honra na edição deste ano como comemoração às suas intensas realizações culturais e criativas. A SIBF organizará mais de 100 atividades, incluindo 13 autores e artistas criativos japoneses.

Entre os participantes da SIBF estão muitas autoridades, autores e intelectuais árabes, incluindo a romancista argelina Ahlam Mosteghanemi, cuja obra "Memory in the Flesh" ganhou a Medalha Naguib Mahfouz de Literatura de 1999 e o romancista e poeta palestino Ibrahim Nasrallah, Prêmio Internacional Árabe de Ficção (IPAF) 2018 pelo seu romance intitulado "A segunda guerra do cão". Uma ampla gama de autores internacionais, intelectuais, blogueiros e YouTubers também participará do evento, incluindo as premiadas autoras britânicas Sophie Hannah e Emma Gannon; e físico Dr. Leonard Mlodinow (EUA).

Al Qasimi apresentou a segunda edição do prêmio de tradução, o Prêmio Turjuman de 1,3 milhão de dirham (moeda local, algo como 1,316 milhão de reais), para a Actes Sud, uma editora francesa, por sua tradução de "A Natureza do Despotismo", do autor sírio Abdul Rahman Al Kawakibi para o francês. O autor dos Emirados Reem Al Kamali foi premiado como Melhor Livro dos Emirados por Estatuto de Delma, enquanto o Mohammed Salem Al Mazroui ganhou o Melhor Livro dos Emirados na área de Estudos para seu livro Eleições nos Emirados Árabes Unidos, Resultado e Visão de Futuro.

Outros vencedores foram o poeta Salem Abu Jamhour, que obteve o Melhor Livro dos Emirados em Poesia Criativa para a coleção Batalha de Buda, e Mohammed Omran Taryam, que ganhou o Melhor Livro dos Emirados, nos Emirados Árabes Unidos, por seu livro Historical Roots of the Creation of the UAE. Aisha Al Basri foi premiada com o prêmio de melhor romance árabe por Life without Me e Hugh Peyman ganhou o prêmio de melhor livro internacional por seu livro China’s Change. O prêmio de Melhor Editora Local foi para a Kuttab Publishing, enquanto o Prêmio Melhor Editora Árabe foi ganho pela Modern Library, e a Melhor Editora Internacional foi para George Olms.