Correio do Povo | Notícias | Tina Turner e Queen serão homenageados no 60º Grammy

Porto Alegre

20ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 20 de Junho de 2018

  • 09/01/2018
  • 15:41
  • Atualização: 16:14

Tina Turner e Queen serão homenageados no 60º Grammy

Ao lado de outros cinco nomes, eles receberão o "Lifetime Achievement Award"

Tina Turner receberá prêmio por toda a sua obra | Foto: Facebook / Reprodução / CP

Tina Turner receberá prêmio por toda a sua obra | Foto: Facebook / Reprodução / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

A 60ª edição do Grammy confirmou a sua lista de homenageados. Hal Blaine, Neil Diamond, Emmylou Harris, Louis Jordan, The Meters, Queen e Tina Turner receberão o "Lifetime Achievement Award", concedido a um artista por toda a sua obra. Bill Graham, Seymour Stein e John Williams receberão o Trustees Award, enquanto Tony Agnello e Richard Factor são os vencedores do Prêmio Técnico. Conforme o anúncio, os detalhes sobre a solenidade apresentação dos prêmios especiais e um concerto celebrando os homenageados ainda serão divulgados.

A cerimônia de premiação do Grammy 2018 ocorre no dia 28 de janeiro, no Madison Square Garden, em Nova Iorque, e será comandada pelo humorista James Corden. Lady Gaga, Childish Gambino, Little Big Town e Pink vão se apresentar no evento. Entre os concorrentes, Jay-Z e Kendrick Lamar são os grandes favoritos, já que tiveram o maior número de indicações, oito e sete, respectivamente.

Sobre os homenageados e sua relação com o Grammy

Hal Blaine é conhecido por ser baterista e fundador da banda de estúdio Wrecking Crew, que acompanhou artistas como Elvis Presley, Beach Boys e Frank Sinatra. Ele trabalhou em "Strangers In The Night", de Sinatra, e "Mrs. Robinson", de Simon & Garfunkel, ambas vencedoras do Grammy de Gravação do Ano, respectivamente em 1965 e 1970.

Responsável por sucessos como "Sweet Caroline" e "Solitary Man", Neil Diamond venceu o Grammy de Melhor álbum de trilha sonora original escrita para um especial de televisão ou filme, por Jonathan Livingston Seagull. Em 2009, ele já havia sido homenegado como Pessoa do Ano MusiCares, honraria concedida a artistas pela contribuição à indústria fonográfica e dedicação à filantropia.

A cantora e compositora Emmylou Harris venceu 13 Grammys ao longo de sua carreira. O mais recente foi na 56ª edição, quando conquistou o prêmio de melhor álbum de música americana com "Old Yellow Moon".

Pioneiro americano de jazz, blues e R&B, Louis Jordan tem quatro gravações no Hall da Fama do Grammy com a banda Tympane Five. São elas: "Ain't Nobody Here But Us Chickens" (inducted 2013), "Caldonia Boogie" (1998), "Choo Choo Ch'Boogie" (2008), and "Let The Good Times Roll" (2009).

A banda de funk de Nova Orleans The Meters é autora de músicas como "Cissy Strut", "Good Old Funky Music" e "Chicken Strut". A primeira canção citada entrou para o Hall da Fama do Grammy em 2011.

Icônico, o Queen é descrito pela organização da premiação como um grupo que com um "impacto indelével na indústria da música". Entras as músicas da banda que estão no Hall da Fama do Grammy encontra-se "Bohemian Rhapsody".

Tina Turner ganhou seu primeiro Grammy com Ike Turner por sua interpretação de "Proud Mary", eleita melhor perfomance vocal de R&B em grupo. A lista de premiação da artista inclui outras sete estatuetas no Grammy, sendo o mais recente há 10 anos.

Dos vencedores do Trustees Award, Bill Graham é um gerente e promotor de shows que organizou turnês de lendários artistas como Bob Dylan, Rolling Stones e George Harrison. Seymour Stein, como vice-presidente da Warnes Bros. Records e fundador da Sire Records, é responsável por projetar carreiras de artistas como Pretenders, Seal, Madonna e Depeche Mode. John Williams, por sua vez, é um premiado compositor de trilhas sonoras, incluindo "Star Wars", "Indiana Jones" e "ET, o Extraterrestre". Ele é um dos maiores ganhadores do Grammy, com 23 prêmios.

Tony Agnello e Richard Factor receberão os Prêmios Técnicos pela influência no processo de registro por meio de sua empresa, a Eventide, que produz diversos dispositivos de efeitos de áudios originais. "Os destinatários dos Prêmios de Mérito Especial deste ano são um prestigiado grupo de criadores diversos e influentes que criaram ou contribuíram para algumas das gravações mais distintivas na história da música", disse Neil Portnow, Presidente e CEO da Recording Academy.