Correio do Povo | Notícias | Polônia vai disponibilizar online toda coleção de Chopin

Porto Alegre

11ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 22 de Maio de 2018

  • 30/01/2018
  • 16:16
  • Atualização: 17:26

Polônia vai disponibilizar online toda coleção de Chopin

Mais de 40 mil itens poderão ser acessados gratuitamente até 2020

Estátua do compositor em Varsóvia | Foto: Eric Raupp / Especial / CP

Estátua do compositor em Varsóvia | Foto: Eric Raupp / Especial / CP

  • Comentários
  • AFP

O Instituto Fryderyk Chopin, na Polônia, anunciou na terça-feira que deixará toda sua coleção dedicada ao mestre do século XIX disponível online, e de graça, até 2020. "Ele será o primeiro grande compositor a ter todas as suas partituras digitalizadas e abertamente acessível por todos", disse o vice-diretor do local, Maciej Janicki. Ele também disse que cerca de 40 mil itens que fazem do patrimônio mundial da UNESCO - incluindo fotografias e pinturas do músico, artigos e manuscritos acadêmicos - estarão na Internet.

Qualquer um poderá baixar gravações da competição global de piano que o instituto com sede em Varsóvia organiza, além de pesquisar, documentar e promover o trabalho de Chopin em todo o mundo. Janicki diz que a parte mais inovadora do projeto de código aberto - que estará disponível em inglês e polonês e está sendo cofinanciada pela União Européia - é a partitura. Além de procurar e baixar partituras ou trechos específicos, os visitantes poderão executar todos os tipos de análises do ritmo, harmonia, melodia e outros aspectos da música. "Eles não serão apenas varreduras simples ou arquivos PDF", disse Marcin Konik, que administra a biblioteca do Instituto.

Chopin nasceu em 1810 em Zelazowa Wola, perto de Varsóvia. Filho de um pai francês e uma mãe polonesa, ele fugiu da sua pátria logo antes do levante de 1830 contra as forças de ocupação da Rússia czarista. O pianista morou em Viena e depois em Paris, onde morreu aos 39 anos. Seu corpo está enterrado em Paris, enquanto o coração dele descansa na igreja da Santa Cruz de Varsóvia.