Correio do Povo | Notícias | Após reclamações, organização do Grammy promete contemplar questões de gênero

Porto Alegre

11ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 22 de Maio de 2018

  • 02/02/2018
  • 11:42
  • Atualização: 12:44

Após reclamações, organização do Grammy promete contemplar questões de gênero

Comissão da Recording Academy deve identificar pontos para ajudar no avanço das mulheres na comunidade musical

Após declaração polêmica, presidente e diretor executivo da Academia Neil Portnow fez anúncio em comunicado | Foto: Kevin Winter / Getty Images North America / AFP / CP

Após declaração polêmica, presidente e diretor executivo da Academia Neil Portnow fez anúncio em comunicado | Foto: Kevin Winter / Getty Images North America / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

A organização Grammy se comprometeu a se empenhar mais para superar o desequilíbrio de gênero, depois que artistas expressam a indignação pela ausência de prêmios para mulheres e pelos controvertidos comentários do diretor da organização. A Recording Academy, formada por 13 mil músicos profissionais que votaram nos prêmios mais prestigiados da indústria, disse que está organizando uma comissão independente para examinar o papel de gênero na premiação.

O painel "analisará todos os aspectos do que fazemos como organização e identificará onde podemos fazer mais para superar barreiras explícitas e inclinações inconscientes que impedem o avanço das mulheres na comunidade musical", afirmou o presidente e diretor executivo da Academia Neil Portnow, em um comunicado. Portnow, o produtor musical que dirige a Recording Academy desde 2002, gerou indignação no domingo ante a imprensa logo após os prêmios, ao explicar como o as mulheres poderiam ganhar mais prêmios. "Eu acho que você tem que começar com as mulheres que têm criatividade em seus corações e em sua alma, que querem ser artistas ... dê um passo à frente, porque eu acho isso será bem-vindo ", disse ele.

As cantoras do pop Katy Perry e P!nk criticaram as declarações de Portnow. "As mulheres na música não precisam 'dar um passo à frente', as mulheres têm avançado desde o início dos tempos", disse P!nk, que participou da cerimônia do Grammy. Já Lorde publicou uma carta agradecendo os fãs por "acreditarem em artistas femininas".