Correio do Povo | Notícias | Coleção de obras de arte de David Bowie é apresentada em Nova Iorque

Porto Alegre

27ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sábado, 17 de Novembro de 2018

  • 26/09/2016
  • 17:54
  • Atualização: 17:58

Coleção de obras de arte de David Bowie é apresentada em Nova Iorque

Leilão será realizado entre 10 e 11 de novembro

Um total de 350 obras foi apresentado | Foto: Angela Weiss / AFP / CP

Um total de 350 obras foi apresentado | Foto: Angela Weiss / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

As obras de arte adquiridas por David Bowie, que incluem uma coleção de joias Jean-Michel Basquiat e Damien Hirst, foram apresentadas nesta segunda-feira em Nova Iorque a fim de serem leiloadas em novembro. O cantor britânico, falecido em janeiro aos 69 anos devido um câncer, "tinha a mesma atitude como colecionador que com a música, não tinha medo de transitar fora dos caminhos trilhados", explicou Simon Hucker, especialista em arte moderna e pós-moderna britânica na casa de leilões Sotheby's, organizador do leilão que será realizado entre 10 e 11 de novembro.

Como colaborador da revista Modern Painters nos anos 1990, Bowie, que já havia se tornado um ícone do rock, "entrevistava artistas que considerava bons, mas em geral era muito discreto em sua atividade de colecionador", explicou o especialista. Cerca da metade da coleção de Bowie é composta por obras de alguns dos artistas britânicos mais conhecidos do século XX, como Damien Hirst, Frank Auerbach e Graham Sutherland.

As 350 obras apresentadas incluem o quadro "Air Power" (1984) do artista de Nova Iorque Jean-Michel Basquiat, que se tornou uma celebridade após sua morte por overdose em 1988, aos 27 anos. O valor do quadro é estimado entre 3,3 e 4,6 milhões de dólares.

Também há uma tela redonda que se parece com um caleidoscópio co-assinado Hirst/Bowie e intitulado "Beautiful, hallo space-boy", em alusão ao personagem do astronauta Major Tom criado por David Bowie. A coleção será apresentada em Londres, Los Angeles e Hong Kong.