Correio do Povo | Notícias | Kate Young é a stylist mais badalada do momento

Porto Alegre

23ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 25 de Abril de 2018

  • 07/04/2018
  • 10:06
  • Atualização: 10:14

Kate Young é a stylist mais badalada do momento

Ex-assistente de Anna Wintour veste atrizes como Margot Robie, Michelle Williams e Natalie Portman

Ex-assistente de Anna Wintour veste atrizes como Margot Robie, Michelle Williams e Natalie Portman | Foto: Divulgação / Instagram / CP

Ex-assistente de Anna Wintour veste atrizes como Margot Robie, Michelle Williams e Natalie Portman | Foto: Divulgação / Instagram / CP

  • Comentários
  • AE

Por trás de todo aquele glamour Hollywoodiano de vestidos da última moda, recém saídos das passarelas, produções que antecipam (ou criam) tendências e looks impecáveis (mesmo que seja para ir ali na esquina e ser fotografada por dezenas de paparazzi), existe o trabalho de um stylist, responsável por vestir artistas para diversas ocasiões e transformá-las em ícones de moda - ou piada em sites especializados.

Anualmente, o site The Hollywood Reporter faz uma lista com os 25 mais importantes stylists norte-americanos, levando em consideração os mais importantes tapetes vermelhos do período, que começa em maio, com Cannes, e termina no Oscar, em março. Na edição de 2018, quem ficou em primeiro lugar da lista foi a nova-iorquina Kate Young, que veste estrelas como Margot Robbie, Selena Gomez, Michelle Williams, Sienna Miller, Dakota Johnson e Natalie Portman.

Não à toa, muitas de suas clientes são consideradas ícones de estilos e as mais bem vestidas de diversos eventos. "O styling dela tem uma assinatura", comenta Anna a stylist Anna Boogie, que já vestiu Karol Conka, a dupla de Djs Tropkillaz e a britânica Jesuton. "Suas clientes ficam belíssimas, mas o visual dá a impressão que elas não fizeram muita coisa. Passa naturalidade."

Um de seus truques mais usados, e que ela não faz questão de esconder, é colocar enchimentos, como ombreiras e calcinhas que aumentam o bumbum, para "moldar" o corpo das mulheres, deixando a roupa com melhor caimento. "O que está por baixo da roupa conta muito para o resultado final, como por exemplo o uso do sutiã ideal", diz Anna. "Esses são truques normais de styling, mas não tem a ver com o biotipo, é só para realçar algumas partes do corpo e melhorar a produção."

Algumas de suas clientes possuem contratos milionários com grandes marcas de moda. Margot Robbie, por exemplo, é embaixadora da Chanel, Michelle Willians está na última campanha de bolsas da Louis Vuitton, Dakota Johnson só veste Gucci e Selena Gomez possui acordos com a Coach e a Puma. E grande parte disso é por culpa do trabalho de Kate.

"É um mérito de ambas as partes", explica Anna. "A personalidade da artista conta muito, mas a maneira como ela se veste também ajuda a atrair as marcas." E como funciona o trabalho de vestir as personalidades mais importantes do momento, respeitando a individualidade de cada uma, as tendências do momento e, claro, sem repetir roupa? Para Anna, o artista tem o papel de passar uma mensagem e o stylist, tem que se adequar.

"Eu pergunto aos meus clientes o que eles gostam ou não. Também peço fotos de looks que eles usaram e se sentiram realmente bonitos", explica Kate para a Vogue britânica. "Não gosto quando atrizes usam looks super diferentes das últimas coleções, isso demonstra poder, não necessariamente bom gosto. Não quero que elas usem gola Peter Pan em um dia e macacão de couro no outro. Quero que cada uma delas tenha um estilo pessoal único", diz.

Para eventos de gala, suas marcas favoritas são Dior, Valentino, Alexander McQueen, Gucci, e Louis Vuitton. Para o dia-a-dia, ela gosta de colocar nas suas clientes peças da Chloé e Céline. Mas o mundo é o limite quando se trata do vestir e, para Kate, não existem muitas restrições - a não ser os contratos publicitários das artistas e vestidos que já foram usados por outras pessoas. "E azul turquesa, porque tenho um ódio irracional dessa cor", brinca.

Mas essa paixão pelo mundo das celebridades nem sempre foi uma coisa declarada no mundo da moda - o que dificultava o trabalho dos poucos stylists que se aventuravam no meio. "Por muito tempo, não era descolado vestir personalidades", declara Kate ao portal Bussiness of Fashion. "Essa coisa com famosos sempre foi muito natural minha, mas guardava em segredo".

Antes de começar a trabalhar com isso, em 2010, ela começou como assistente da Anna Wintour, editora-chefe da Vogue, em 1997, até virar editora de moda da revista.