Correio do Povo | Notícias | Porto Verão Alegre valoriza comédias na agenda de sua segunda semana

Porto Alegre

22ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quinta-feira, 19 de Julho de 2018

  • 08/01/2018
  • 17:42
  • Atualização: 17:58

Porto Verão Alegre valoriza comédias na agenda de sua segunda semana

Programação ainda tem espetáculos baseados na trajetória e obras de personalidades que marcaram a história

Deborah Finocchiaro estrela

Deborah Finocchiaro estrela "Pois É... Vizinha" | Foto: Gerson de Oliveira / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

O Porto Verão Alegre entra na sua segunda semana com uma programação que valoriza a comédia e também a trajetória e obras de personalidades que marcaram a história. Nesta terça, entram em cartaz na mostra cênica espetáculos já consagrados na esfera cultural do Rio Grande do Sul, bem como novidades na agenda. As apresentações ocorrem em cinco diferentes espaços da Capital e têm ingressos antecipados a R$ 30 pelo site; na hora, o valor é R$ 40.

Motivado pelos jogos infantis de "esconder e revelar”, "Cuco" tem encenação às 17h de terça e às 19h de quarta no Instituto Ling (João Caetano, 440). A montagem, grande vencedora do Prêmio Tibicuera de 2015 (melhor espetáculo infantil, melhor direção, melhor cenografia e melhor produção), propõe um universo em que a surpresa do começo, da chegada, da primeira vez, cria, por meio da manipulação de objetos, uma atmosfera espetacular na qual as fronteiras do tempo, das formas e dos sentidos fazem um intercâmbio entre o real e o imaginável.

"Paranomal", um show do mágico Kronnus que explora os limites da mente humana através do mentalismo, também está na agenda. Esta performance artística, cujo objetivo é atenuar a linha entre a realidade e a ilusão, é um espetáculo de entretenimento psíquico interativo, intrigante, misterioso que vai do bom humor até a tensão absoluta. A apresentação ocorre no Teatro do SESC (Alberto Bins,665), às 20h, com repetição no mesmo horário e local na quarta.

Já "Desassossegos" promove um encontro de Fernando Pessoa com suas leituras, seus autores preferidos. Mário de Sá-Carneiro e Antônio Botto foram escolhidos para, junto com Pessoa, dividir uma lista de mais de 30 poetas selecionados neste sarau poético. Com roteiro e direção de Caco Coelho, e elenco composto por ele, Gisela Sparremberger e Antonio Czamanski, o espetáculo será apresentado no Teatro de Arena (Borges de Medeiros, 835), às 21h. Há ainda sessões na quarta e na quinta, no mesmo ambiente e horário.

Espetáculo de dança-teatro, repleto de elementos da cultura e da arte tradicional gaúcha, "Baila Melancia" mescla técnicas de contação de histórias, teatro e dança flamenca, danças de salão, ballet e dança contemporânea. Com dramaturgia original livremente inspirada no Conto “Melancia – Coco-Verde” de João Simões de Lopes Neto, reforça a construção de uma identidade local e também traz questionamentos sobre a cultura de violência contra a mulher. A direção desta montagem, que tem apresentações na Sala Álvaro Moreyra (Érico Veríssimo, 307) às 21h de terça e às 16h de quarta, é de Guilherme Ferrêra, assim como texto. No elenco estão Alessandra Bier, Clarissa Gomes, Fernando Queiroz, Henrique Gonçalves, Janaína Dambros, Luísa Oliveira, Raphael de Paula e Renata Stein.

Dirigida por Daniel Colin e com Juçara Gaspar como protagonista, "Frida Kahlo, à Revolução!" chega ao seu nono ano de apresentações com performances de terça a quinta, às 21h, no Theatro São Pedro (Pça. Mal. Deodoro, s/nº). Com texto inédito e trilha sonora original executada ao vivo, a artista e suas pinturas nos conduzem por esta redescoberta ética e estética, focada no princípio revolucionário da arte como denúncia solidária. A dramaturgia concentra-se nos aspectos humanos da personagem para construir um espetáculo que faça emergir o que pode transcender a condição de mito.

No ano em que comemora 25 anos em cartaz, a comédia "Pois É... Vizinha" (adaptação de “Una Donna Sola”, de Dario Fo e Franca Rame) fala de Maria, uma dona-de-casa trancafiada em casa pelo marido. Um dia, ela se depara com uma vizinha do prédio em frente e desabafa. Em mais de 700 apresentações, a peça estrelada e dirigida por Deborah Finocchiaro faz com que o público se identifique, repensando e questionando a própria vida. A montagem será encenada de terça a quinta, no Centro Histórico-Cultural Santa Casa (Independência, 75), às 21h.

Depois de fazer sua estreia no final de semana, a comédia "O que os homens pensam que as mulheres pensam" encerra sua temporada no festival, às 21h, no Teatro Renascença (Erico Verissimo, 307). A peça se passa dentro de um banheiro público e discute o gosto, os conflitos, a sexualidade e os mistérios femininos a partir da visão de uma travesti e três homens heterossexuais. Os atores Douglas Carvalho, Henri Iunes, Luis Carlos Pretto e Pedro Delgado vivem os quatro personagens.