Correio do Povo | Notícias | Novos espetáculos entram em cartaz no Porto Verão Alegre

Porto Alegre

15ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, domingo, 20 de Maio de 2018

  • 22/01/2018
  • 17:10
  • Atualização: 18:34

Novos espetáculos entram em cartaz no Porto Verão Alegre

Dramas e comédias estão na agenda dos próximos dias no festival

"Palco Babylonia" é um dos espetáculos que serão apresentados nesta semana | Foto: Rodrigo Waschburger / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Novos espetáculos entram na programação do Porto Verão Alegre nesta terça-feira. Entre comédias e dramas, sete montagens podem ser conferidas nos próximos dias em diferentes espaços da Capital. Os ingressos antecipados custam R$ 30 (inteira) - na hora das sessões, o valor é R$ 40.

"Apareceu a Margarida" é uma adaptação da Cia Teatrofídico para o texto de Roberto Athayde que foi imortalizado por Marília Pera nos anos 70. Em cena, Renato Del Campão vive uma professora em seu primeiro dia de aula expondo assuntos como sexo e morte de forma contundente e beirando o nonsense. A peça será apresentada nesta terça e na quarta-feira, às 20h, no Teatro do Sesc (Av. Alberto Bins, 665).

"Closer, o amor é suficiente?" aborda as formas humanas de se relacionar e será apresentado na também na terça e na quarta, às 20h, no Instituto Ling (Rua João Caetano, 440). Em uma encenação bastante intimista, os espectadores são convidados a seguir os personagens por um espaço cultural contemporâneo e participam como testemunhas de encontros potentes que evocam o erotismo e a necessidade do outro. A direção é de Catharina Conte e o elenco conta com Duda Andreazza, Gabriela Moscovich, Guilherme Carravetta de Carli, Nicolas Haag e Verônica Becker. Jaque Lodi Moraes faz uma participação especial.

Com texto de Artur José Pinto, a comédia "Palco Babylonia" reúne personagens como o filósofo Sócrates, Noé e sua arca, Rainha Isabel e Pedro Álvares Cabral. Desses inusitados encontros derivam cenas que remetem à formação da moral, ética e política do povo brasileiro. A direção é de Néstor Monasterio e o elenco tem Fernando Waschburger, Heloísa Palaoro e Néstor Monasterio. O espetáculo será apresentado de terça até quinta no Centro Histórico-Cultural Santa Casa (Av. Independência, 75), sempre às 21h.

O drama "Os Homens do Triângulo Rosa" trata da perseguição aos homossexuais pelo regime nazista, na Alemanha. Dirigida por Margarida Peixoto, a peça conta a história de sobreviventes que sofreram com a brutalidade e a intolerância, mas que poderiam encontrar, mesmo em condições tão terríveis, um lugar para a solidariedade e o amor. O elenco é formado por Marcelo Ádams, Frederico Vasques, Gustavo Susin, Gisela Habeyche, Alex Limberger, Pedro Delgado e Edgar Rosa. As apresentações ocorrem desta terça até quinta, às 21h, no Teatro Renascença (Av. Erico Verissimo, 307).

A premiada montagem gaúcha "O Mal Entendido" também será encenada desta terça até quinta, às 21h, mas na Sala Álvaro Moreyra (Av. Erico Verissimo, 307). Com texto de Albert Camus e direção de Daniel Colin, o espetáculo tem uma atmosfera sombria e visualmente impactante que traz ao público a tensão da busca de sentido e a incomunicabilidade que permeia as relações, convergindo numa imprevisível desgraça sobre uma humanidade descuidada e de valores em plena decadência. Carla Cassapo, Elison Couto, Fernanda Petit, Gabriela Greco e Pedro Nambuco estão no elenco.

Com Oscar Simch, Índio Behn e Wilson Rosa, "Los Meketrefes" é um espetáculo que mistura o musical bem-humorado com piano e voz ao vivo, o melhor do stand up comedy solo e ainda personagens em um esquete teatral, fazendo um “tributo” ao Centro Histórico da Capital e também uma paródia da TV, do rádio e da cultura pop. As sessões ocorrem desta terça até quinta, às 21h, no Teatro de Arena (Av. Borges de Medeiros, 835).

Já em cartaz, "Rindo Afú" pode ser conferido até quarta-feira, às 21h, no Teatro da AMRIGS (Ipiranga, 5311). O festival de humor que destaca a produção gaúcha tem Cris Pereira, Nando Viana e convidados especiais.