Correio do Povo | Notícias | Espetáculo “A2 Passos” inicia circulação pelo RS

Porto Alegre

9ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quinta-feira, 24 de Maio de 2018

  • 04/04/2018
  • 15:03
  • Atualização: 16:05

Espetáculo “A2 Passos” inicia circulação pelo RS

Giro pelo Sesc começa em Canoas, nesta quinta, e segue por Passo Fundo, Gravataí e Montenegro

 Espetáculo é apresentado com movimento expressivo dos pés e pernas dos atores | Foto: Thiéle Elissa / Divulgação / CP

Espetáculo é apresentado com movimento expressivo dos pés e pernas dos atores | Foto: Thiéle Elissa / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Luiz Gonzaga Lopes

O espetáculo teatral “A2 Passos”, coprodução RAKURS TEATRO (Brasil) e Meyerhold Biomechanics Center (Itália) volta a circular no Rio Grande do Sul por meio do Sesc-RS. A montagem de rua, agora adaptada também para teatro italiano, dirigida pelo russo Gennadi Bogdanov, descendente direto de segunda geração de Vsevolod Meyerhold, irá passar por quatro cidades gaúchas neste mês de abril: Canoas, Passo Fundo, Gravataí e Montenegro.

A primeira exibição do espetáculo que tem atuação somente com movimentos expressivos dos pés e das pernas dos atores Marcelo Bulgarelli e Claudio Massimo Paternò, será nesta quinta, às 20h, no Teatro do Sesc (Guilherme Schell, 5340). Depois, a montagem segue para Passo Fundo, com apresentações nos dias 7 e 8, às 16h30min (no Gnásio do Sesc / Parque Ambiental da Vergueiro, respectivamente). Em Gravataí, a apresentação será no Teatro do Sesc (Anápio Gomes., 1241), no dia 18, às 20h30min. O giro finaliza em Montenegro, no dia 19, às 20h, Teatro Therezinha Petry Cardona (Rua Capitão Porfírio, 2141).

Com objetivo de investigar e potencializar a expressão e a poética da parte inferior do corpo, “A2 Passos” retrata os afetos e ressentimentos de uma dupla de atores que se acirram durante a derradeira apresentação. Sua longa relação, juntamente com uma falha no sistema de abertura da cortina, desencadeia uma série de situações que os coloca diante da iminência do fim.

Através de um jogo metalinguístico, "A2 passos" coloca em cena temas como o próprio teatro, o sentido inelutável do fim, da perda; das relações humanas em um território cotidiano transtornado e frágil. Histórias curtas que sucedem na vida. Situações tristes, absurdas, felizes ou líricas; um processo de relacionamentos, raciocínios e sentimentos que podem ser expressos através da interpretação com das pernas.

“O que o espectador vai assistir no palco é uma outra configuração da expressão da ação teatral. Um espetáculo-fantasia, com acentos particulares”, diz o diretor Gennadi Bogdanov. No elenco estão os atores gaúchos Marcelo Bulgarelli e Thiago Ruffoni, e o italiano Claudio Massimo Paternò. Marcelo e Claudio idealizaram este projeto após mais de 10 anos de prática dentro do sistema meyerholdiano na Itália. O espetáculo faz o projeto Histórias Pedestres, que foi financiado pelo Fumproarte, da Secretaria de Cultura de Porto Alegre, e Corsia in Off (governo italiano).

Segundo Marcelo Bulgarelli, “A2 Passos busca a evolução, sucessão, sobreposição e multiplicidade de acontecimentos que refletem o homem contemporâneo. Um micromundo, e como ele se estabelece quando a lógica não vem da 'parte de cima' dos corpos, mas do universo perto do chão, que quase sempre passa desapercebido por nossos sentidos. Ampliar o olhar para uma parte, fazer o exercício de enxergar o todo, refletindo sobre a diversidade dos acontecimentos públicos que nos revelam e que podem ou não, nos transformar como seres humanos”.

Confira entrevista: