Correio do Povo | Notícias | Brasil será o foco do 25º Porto Alegre em Cena

Porto Alegre

22ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 25 de Setembro de 2018

  • 08/08/2018
  • 21:17
  • Atualização: 21:21

Brasil será o foco do 25º Porto Alegre em Cena

Maratona cênica será realizada de 11 a 23 de setembro, com pelo menos 49 atrações

A Tragédia Latino-Americana, com Danilo Grangheia, Nataly Rocha, Javier Drolas e Manuela Martelli, é uma das atrações | Foto: Patrícia Cividanes / Divulgação / CP

A Tragédia Latino-Americana, com Danilo Grangheia, Nataly Rocha, Javier Drolas e Manuela Martelli, é uma das atrações | Foto: Patrícia Cividanes / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Luiz Gonzaga Lopes

Foi anunciada na noite desta quarta-feira no Centro Municipal de Cultura Lupicínio Rodrigues a programação do 25º Porto Alegre Em Cena. A maratona cênica será realizada de 11 a 23 de setembro, com 49 espetáculos e atividades de atrações internacionais, nacionais e locais. O tema será o Brasil, com suas questões históricas, étnicas e culturais. “Queremos discutir o Brasil, de forma abrangente, envolvendo África, Europa, América, o interior do Brasil, índios, o território, a democracia e a história, imigração, enfim, a formação do Brasil, de quem somos nós”, contou o coordenador Fernando Zugno.

A reflexão é evidente nos nacionais “Grande Sertão: Veredas” e “A Tragédia e Comédia Latino-Americana” (respectivamente, dos diretores Bia Lessa e Felipe Hirsch). Está presente nas atrações internacionais – como a montagem chilena “40 mil kms”, com a questão da imigração, e a performance interativa “Home Visit: Brasil em Casa”, dos alemães do Rimini Protokoll, que discute aspectos da identidade cultural brasileira. O “Em Cena” terá atividades formativas, como debates, residências, aulas e oficinas.

O show de abertura, dia 11, será do grupo Höröyá (SP), com afrobeat, samba, jazz e funk e integrantes do Brasil e de países africanos como Guiné-Bissau, Somália e Senegal. Os ingressos começam a ser vendidos no dia 1º de setembro, na bilheteria do BarraShoppingSul e também pelo site do Uhuu. Antes, haverá pré-venda para alguns espetáculos a partir de 15 de agosto.

Destaques

Os espetáculos “40 mil kms” e “Home Visit” representam importantes inovações no formato do Em Cena. O primeiro será a estreia no festival do chamado teatro documental – o elenco inclui não atores de várias nacionalidades, que trazem relatos reais sobre suas experiências de imigração. O segundo aposta em um formato fora do convencional: a ação não é realizada em teatros, mas em casas previamente definidas, com a plateia (limitada a 15 pessoas por sessão) envolvida em um jogo interativo com os atores.

Outras duas atrações internacionais participam do festival como residências. “A Bergman Affair” – concebido pelo ator e diretor francês Serge Nicolaï e pela atriz italiana Olivia Corsini, ambos do grupo Theatre du Soleil – terá sessões no Teatro Renascença e também uma oficina. Do grupo inglês Imitating the Dog, a performer Morven Macbeth e o técnico Marco Turcich irão desenvolver, com artistas locais, uma oficina inspirada no filme “A noite dos mortos vivos” (1968), e o resultado será apresentado na Sala Carlos Carvalho.

Entre os espetáculos nacionais, “Grande Sertão: Veredas” e “A tragédia e comédia latino-americana” trazem à cidade elencos repletos de nomes consagrados, como Caio Blat, Caco Ciocler e Julia Lemmertz. A companhia brasileira de teatro traz a peça “PRETO”, que discute a questão racial a partir do ponto de vista de uma mulher negra. O Nordeste aparece em encenações vindas do Ceará ("Interior" e "Nossos Mortos") e de Pernambuco ("Zambo", "Breguetu" e "Pontilhados" – esta última também como parte de uma residência artística).

Do cenário local, a programação inclui os 10 espetáculos selecionados para concorrer ao Prêmio Braskem em Cena – "A Mulher Arrastada", "Chapeuzinho Vermelho", "Dilúvio MA", "Espalhem Minhas Cinzas na EuroDisney", "Hiato", "Imobilhados", "Pequeno Trabalho para Velhos Palhaços", "Qual a diferença entre o charme e o funk?", "Teatro dos Seres Imaginários" e "Vincent". A cerimônia de entrega do prêmio será no dia 23 de setembro, às 21h, no Teatro Renascença. Além dessas peças, também estão programados os espetáculos locais “Fome” e “Caverna”.

A programação inclui ainda cinco edições da Sessão Maldita, à meia-noite, no Centro Municipal de Cultura – incluindo uma performance comemorativa dos 40 anos do grupo Ói Nóis Aqui Traveiz – e três shows musicais no Agulha, com o cantor Filipe Catto, a cantora e compositora Maria Beraldo e o espetáculo “Sambas do Absurdo”.

Também foi anunciado que "O Rei da Vela", de Oswald de andrade, espetáculo dirigido por Zé Celso Martinez Corrêa, chega em outubro em Porto Alegre. A peça virá como espécie de epilógo do Festival no Teatro do Sesi (avenida Assis Brasil, 8787, bairro Sarandi). Ainda não há datas confirmadas.