Correio do Povo | Notícias | Versão de Macbeth para o público infantil tem sessões em Porto Alegre

Porto Alegre

22ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, domingo, 18 de Novembro de 2018

  • 29/08/2018
  • 15:57
  • Atualização: 10:25

Versão de Macbeth para o público infantil tem sessões em Porto Alegre

Espetáculo mistura teatro, acrobacias e contação de histórias

Sessões ocorrem de quinta a domingo, até o dia 9 de setembro | Foto: Estevão Dornelles / Divulgação / PMPA / CP

Sessões ocorrem de quinta a domingo, até o dia 9 de setembro | Foto: Estevão Dornelles / Divulgação / PMPA / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

A Sala Álvaro Moreyra (av. Erico Verissimo, 307), em Porto Alegre, recebe o espetáculo "Macbeth e o Reino Sombrio: Shakespeare para crianças" a partir desta quinta-feira. O espetáculo ficará em cartaz até o dia 9 de setembro, com sessões de quinta a domingo. Às quintas e sextas, as apresentações serão exclusivas para escolas. Já aos sábados e domingos serão abertas ao público, às 16h. Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do local com uma hora de antecedência e custam R$ 30 (inteira).

Nesta adaptação do clássico de Shakespeare, a história se passa em um cenário que faz alusão a um parque de diversões, contendo diferentes formas para recriar o ambiente de cada cena. Com músicas inéditas, a trama acompanha os generais de guerra Macbeth e Banquo, que voltam triunfantes de uma batalha contra a Noruega. Ao passar por um pântano, os dois se deparam com três bruxas que preveem que Macbeth e Flaence, filho de Banquo, se tornarão reis. Tomados pela ambição, Macbeth e sua esposa cometem traição contra o rei e desencadeiam uma série de batalhas.

A criação de uma nova versão de "Macbeth" destinada a crianças surgiu do interesse de dialogar sobre temas trágicos sob a perspectiva do público infantojuvenil. Com o objetivo de democratizar o acesso à linguagem shakespeariana, o espetáculo mistura teatro, acrobacias e contação de histórias. Além disso, a apresentação também busca refletir sobre temas como equilíbrio e desequilíbrio, a ascensão ao poder e o símbolo do topo e do declínio.

A adaptação é uma iniciativa do Coletivo Órbita. O elenco é formado por Camila Pasa, João Pedro Decarli e Rodrigo Waschburguer, que se dinamizam entre os 18 personagens enquanto contam a história.