Correio do Povo | Notícias | Agência Mundial Antidoping busca novo fabricante de tubos para exames

Porto Alegre

13ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, segunda-feira, 18 de Junho de 2018

  • 10/03/2018
  • 09:49
  • Atualização: 10:18

Agência Mundial Antidoping busca novo fabricante de tubos para exames

Grupo Berlinger anunciou afastamento das atividades

Anúncio foi feito poucas semanas antes dos Jogos Olímpicos deste ano | Foto: Jeff Pachoud / AFP / CP

Anúncio foi feito poucas semanas antes dos Jogos Olímpicos deste ano | Foto: Jeff Pachoud / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

A Agência Mundial Antidoping (Wada) anunciou que procura um novo fabricante de tubos para os exames antidoping depois da decisão do grupo Berlinger de afastar-se desta atividade. "A Wada iniciou uma fase ativa de exploração para encontrar alternativas para a fabricação de tubos e colabora, para este efeito, com as agências nacionais antidoping e um certo número de agências antidoping", explicou em um comunicado.

O grupo Berlinger anunciou que tomou "a decisão estratégica de afastar-se nos próximos meses desta atividade". "As formas cada vez mais institucionalizadas de doping progrediram ao longo dos últimos anos e mudaram as demandas para os tubos de ensaio", afirmou o diretor geral do grupo, Andrea Berlinger. "Isto prejudica o esporte e é incompatível com nossos valores e nossa competência", completou.

Em janeiro, a poucas semanas dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pyeongchang, a Wada foi informada pelo laboratório de que os tubos de última geração fabricados pela Berlinger e apresentados como invioláveis "poderiam ser abertos manualmente após o congelamento". A empresa respondeu que seus tubos "não poderiam ser abertos sem deixar um rastro de manipulação", mas parou de fabricar os BEREG-KIT Geneva para retornar a seu antigo modelo, usado nos Jogos Rio-2016.