Correio do Povo | Notícias | Medina vira na última onda, leva a etapa do Taiti e Brasil domina a WSL

Porto Alegre

27ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quinta-feira, 13 de Dezembro de 2018

  • 19/08/2018
  • 23:14
  • Atualização: 23:27

Medina vira na última onda, leva a etapa do Taiti e Brasil domina a WSL

Vitória foi a sexta em sete campeonatos válidos pela Liga Mundial de Surf

Gabriel Medina assumiu a segunda colocação do ranking, atrás de Filipe Toledo | Foto: Damien Poullenot / WSL / Divulgação / CPLLENOT

Gabriel Medina assumiu a segunda colocação do ranking, atrás de Filipe Toledo | Foto: Damien Poullenot / WSL / Divulgação / CPLLENOT

  • Comentários
  • Correio do Povo

O brasileiro Gabriel Medina entubou na última onda do Taiti Pro, a um minuto do final da bateria, em Teahupoo, e conquistou a 7ª etapa do mundial da Liga Mundial de Surf (WSL), neste domingo. A conquista é a sexta de um brasileiro na atual temporada e o Brasil lidera o ranking. Filipe Toledo, que perdeu nas semifinais para o australiano Owen Wright, é o primeiro colocado com 41.985 pontos. Medina é o segundo com 35.685.

Antes do paulista de Maresias, Ítalo Ferreira, de Baia Formosa, no Rio Grande do Norte, havia conquistado as etapas de Bells Beach, na Austrália, e Keramas, em Bali. Ele é o quarto do ranking com 30.160 pontos. Willian Cardoso, natural de Balneário Camboriú, Santa Catarina, 9º com 21.825, conquistou em junho a etapa de Uluwatu, em Bali, na Indonésia. O líder do ranking, Filipe Toledo, venceu em julho Jeffreys Bay, na África do Sul.

Gabriel abriu a bateria com uma onda 6.17 e passou a liderar a bateria com uma onda “fraca” de 2.40, enquanto o australiano havia somado 6.50 e 1.17. Restando 10 minutos para o término, Wright pegou um tubo apertado e saiu através da onda, somando 4.20. Com menos de dois minutos para o final, ele ampliou a diferença com uma bela onda, avaliada com um 5.57. Com o cronômetro marcando um minuto para o encerramento, Medina pegou um belo tubo e deixou o resultado em suspense.

 

ADIVINHA! ?????? @gabrielmedina . #champion #tahiti #teahupoo #surfing #surf #surfe #peopleontour

Uma publicação compartilhada por People On Tour (@peopleontour) em

Porém, minutos depois, ainda dentro da água, o brasileiro pode comemorar, já que fez um 7.33 e venceu por 13.50 contra 12.07. A vitória deu uma posição ao primeiro campeão mundial do país. A próxima etapa será inédita na história da principal liga do surf do planeta, pois será disputada em uma piscina no deserto da Califórnia, no Surf Ranch, de propriedade e desenvolvimento do undecacampeão mundial (11 vezes) Kelly Slater.

O norte-americano, que está lesionado, recepcionará a elite do esporte entre os dias 6 e 9 de setembro para uma etapa com regras, formato e pontuação diferente das demais. A WSL irá informar as alterações nos próximos dias.