Porto Alegre, segunda-feira, 22 de Dezembro de 2014

  • 30/06/2014
  • 10:01
  • Atualização: 11:27

Presidente uruguaio ofende Fifa por suspensão de Suárez

Jogador foi punido depois de morder zagueiro italiano na Copa do Mundo

Jogador foi punido depois de morder zagueiro italiano na Copa do Mundo | Foto: Miguel Rojo / AFP / CP

Jogador foi punido depois de morder zagueiro italiano na Copa do Mundo | Foto: Miguel Rojo / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

O presidente uruguaio, José Mujica, afirmou que a Fifa é formada por "velhos filhos da puta", em uma entrevista dada neste domingo a um canal de televisão local, ao receber em Montevidéu a seleção eliminada nas oitavas de final da Copa do Mundo do Brasil-2014.

"A Fifa são um bando de velhos filhos da puta", disse o presidente no programa "La Hora de los Deportes" do canal estatal. Imediatamente Mujica levou as mãos à boca. Mas quando um jornalista perguntou se poderia divulgar as declarações, o presidente respondeu: "publica por mim".

Ao lado da esposa, a senadora Lucía Topolansky, Mujica saudou os jogadores uruguaios poucos minutos depois do desembarque. Ao ser questionada sobre a polêmica frase do marido, Topolansky sorriu e disse: "Concordo com as palavras do presidente".

"Poderiam ter punido, mas não com sanções fascistas", disse o ex-guerrilheiro, conhecido pelo estilo direto, ao comentar a suspensão de Luis Suárez.

As consequências da mordida de Suárez

O atacante do Liverpool mordeu o zagueiro italiano Giorgio Chiellini e recebeu uma suspensão de nove partidas oficiais da seleção, além de quatro meses de qualquer atividade relacionada com o futebol. Sem o atacante, o Uruguai perdeu no sábado por 2 a 0 para a Colômbia nas oitavas de final da Copa.

A punição a Suárez provocou revolta no Uruguai. O jogador - punido pela terceira vez na carreira por morder um rival - teve que abandonar a concentração celeste no Brasil, por decisão da Fifa.

Presidente fala da Fifa a partir dos 2min e 40seg



Bookmark and Share