Correio do Povo | Notícias | Cristian Rodríguez pede desculpas por rescisão e diz que espera voltar ao Grêmio

Porto Alegre

24ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 18 de Dezembro de 2018

  • 08/05/2015
  • 16:16
  • Atualização: 16:22

Cristian Rodríguez pede desculpas por rescisão e diz que espera voltar ao Grêmio

Uruguaio acertou saída do clube após segunda lesão muscular

Cristian Rodríguez acertou rescisão com o Grêmio | Foto: André Avila

Cristian Rodríguez acertou rescisão com o Grêmio | Foto: André Avila

  • Comentários
  • Correio do Povo

O uruguaio Cristian “Cebolla” Rodríguez emitiu um comunicado na tarde desta sexta-feira onde confirmou o pedido para rescindir o contrato com o Grêmio. Em um texto publicado no Facebook, o meia agradeceu ao carinho recebido pela torcida e disse que espera retornar um dia ao clube.

”Preferi rescindir o contrato para não seguir cobrando meu salário no Grêmio sem poder jogar. Foi uma questão de respeito ao clube e sua torcida. Quero agradecer à torcida, comissão técnica, companheiros, dirigentes e todos os funcionários do Grêmio. Fico muito triste e com muita impotência não ter podido jogar mais e devolver todo o carinho que me deram”, escreveu.

Contratado em março como grande reforço para a reta final do Gauchão, Cristian Rodríguez esteve em campo por menos de 90 minutos com a camisa do Grêmio. Logo em sua estreia, contra o Cruzeiro, no dia 13 de março, sofreu uma lesão muscular na coxa. O uruguaio só voltou a jogar no primeiro Gre-Nal da final do estadual na Arena, mas sentiu um problema na panturrilha em um treinamento antes da partida decisiva contra o Inter no Beira-Rio. Nesta semana, ele acertou com a direção a sua saída.

Confira todo o comunicado de Cristian Rodríguez

“No dia de hoje saiu a informação de que rescindi o contrato com o Grêmio, o que é verdade. Foi uma questão pessoal já que passei por um período de lesões que me forçaram a ficar fora dos gramados por mais de um mês e meio e que ainda restam alguns dias para me recuperar.

Preferi rescindir o contrato para não seguir cobrando meu salário no Grêmio sem poder jogar. Foi uma questão de respeito ao clube e sua torcida. Quero agradecer à torcida, comissão técnica, companheiros, dirigentes e todos os funcionários do Grêmio. Fico muito triste e com muita impotência não ter podido jogar mais e devolver todo o carinho que me deram.

Espero no futuro próximo ter a chance de poder defender o símbolo do Grêmio da melhor maneira possível. Agora é o momento de voltar ao Uruguai para continuar com minha recuperação. Muito obrigado a todos pelas mensagens”.


TAGS » Grêmio, Futebol, Esporte