Correio do Povo

Porto Alegre, 24 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
20ºC
Amanhã
11º 22º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

08/12/2013 11:01 - Atualizado em 08/12/2013 11:10

Depois de 11 anos, Inter volta a brigar contra o rebaixamento

Colorado precisa de um empate contra a Ponte Preta, às 17h, em Caxias do Sul

Otávio está confirmado no time do Inter<br /><b>Crédito: </b> Alexandre Lops / Inter / CP
Otávio está confirmado no time do Inter
Crédito: Alexandre Lops / Inter / CP
Otávio está confirmado no time do Inter
Crédito: Alexandre Lops / Inter / CP

Onze anos se passaram desde aquela fatídica partida em Belém, na tarde de 17 de novembro de 2002, quando o Inter derrotou o Paysandu por 2 a 0 e evitou o rebaixamento para a Série B. De lá pra cá, o Colorado conquistou o mundo, a Libertadores e a Recopa duas vezes e a Sul-Americana. Os anos rondando o inferno da segunda divisão pareciam ter ficado para trás – antes de 2002, o clube vermelho escapou da queda em 1999 e 1990. No entanto, uma campanha decepcionante faz o time de D’Alessandro, Damião e Forlán chegar na última rodada do Brasileirão de 2013 dependente ao menos de um empate contra a rebaixada Ponte Preta para seguir na Série A no próximo ano sem depender de resultados paralelos. A decisão começa às 17h, no estádio Centenário, em Caxias do Sul.

• Acompanhe os lances do jogo no perfil InternacionalCP

O Inter sentiu o clima de tensão. Ao longo dos últimos dias, houve discussões, desentendimentos e ultimatos. Na quinta-feira, por exemplo, Alex e Rafael Moura discutiram durante um treino após um choque normal. “É claro que a pressão é grande em cima de todos nós. Temos de fazer as coisas certas, corrigir nossos erros. Então, há alguma cobrança de um jogador com o outro. Mas tudo dentro da normalidade. Houve o episódio (Alex X Moura), mas ficou no campo. No vestiário, estavam se abraçando”, minimiza Clemer.

O nervosismo é grande, mas a possibilidade de o Inter cair é pequena. Se perder, o time colorado terá de torcer por tropeços de Criciúma, Coritiba, Vasco. “Não temos que nos preocupar com eles (outros times que lutam contra o rebaixamento). Temos que focar na nossa parte e fazer ela bem feita. Se a gente fizer isso, não temos que nos preocupar com mais ninguém. Não vai interessar”, observa Clemer.

O técnico colorado não acredita haver comparação com o jogo de hoje e o do estádio Mangueirão, anos atrás. “Precisávamos ganhar o jogo e três resultados paralelos para não cair. Agora, dependemos só da gente, jogamos em casa e com a nossa torcida. Até com o empate nos mantemos. As vantagens e as desvantagens são muito diferentes. Não dá para comparar a situação com a de 2002, não”, disse Clemer, que defendia o gol colorado naquele dia.

Time definido

Clemer praticamente confirmou o time. Em tese, deixou apenas a dúvida entre Forlán, que treinou muito bem ao longo da semana, e Otávio, que sentiu dores na sexta-feira. “Temos de montar um time forte para jogar em cima da Ponte. O mais importante é vencer. Precisamos do resultado para que as coisas se normalizem outra vez”, continua.
A Ponte Preta, ao contrário do Inter, não tem qualquer interesse na partida. Já rebaixada para a segunda divisão, o time de Campinas está na final da Copa Sul-Americana e enxerga a possibilidade de conquistar o primeiro título de sua história. Por isso, vai a Caxias jogar com o Inter com reservas e juniores. Os titulares pegam o Lanús, quarta-feira.

Brasileirão – 38ª Rodada

Inter
Muriel, Ednei, Índio, Juan e Fabrício; João Afonso, Josimar, J. Henrique, D'Alessandro e Otávio; L. Damião. Técnico: Clemer

Ponte Preta
Daniel, Régis, Betão, Rafael Silva e Maurício; Alef, Ferrugem, Adrianinho e Mateus Olavo; Giovanni e Ademir. Técnico: Aílton

Árbitro: Alício Pena Jr. (MG)
Local: estádio Centenário
Início: 17h

Com informações de Fabrício Falkowski
.


Bookmark and Share

Fonte: Correio do Povo e Lancepress







O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.