Correio do Povo

Porto Alegre, 24 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
21ºC
Amanhã
11º 22º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol > Inter

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

08/12/2013 20:24 - Atualizado em 08/12/2013 20:25

Clemer fala em dificuldades e destaca “missão cumprida”

Técnico do Inter se coloca à disposição de sucessor para passar relatório sobre o grupo

Clemer destaca missão cumprida ao salvar Inter da Série B<br /><b>Crédito: </b> Ricardo Giusti
Clemer destaca missão cumprida ao salvar Inter da Série B
Crédito: Ricardo Giusti
Clemer destaca missão cumprida ao salvar Inter da Série B
Crédito: Ricardo Giusti

Em seu último jogo como treinador do Inter, Clemer destacou a “missão cumprida” de ter mantido o time na Série A do Brasileirão, ainda que tenha assumido a equipe, no início de outubro, em situação bem mais confortável. “Fiz o que pude. Dentro de tudo aquilo que recebi no Inter”, comentou ele, em entrevista coletiva após o 0 a 0 com a Ponte Preta, neste domingo.

“Dentro daquilo que nós viemos a missão foi cumprida. Está aí o Inter, ano que vem é outra avaliação. A gente sabe que algumas coisas vão mudar. Esperamos que mudem para melhor”, acrescentou o treinador, que citou as dificuldades de lidar com o grupo em situação de pressão. “Um grupo que foi taxado que iria chegar à final do Brasileiro. Um grupo que foi brigando sempre lá embaixo para sair desta pressão. Não é fácil, mas dentro do objetivo foi cumprido”, ressaltou.

Indicando que deve ir para uma equipe B do Inter em 2014, Clemer se colocou à disposição do próximo técnico, que deverá ser Abel Braga, para passar um relatório sobre o grupo. “Se for consultado vou falar tudo aquilo que o próximo treinador vai encontrar no vestiário”, garantiu ele, que não quis detalhar o conteúdo do eventual relatório, mas adiantou que há muita vaidade no grupo. “Todo lugar tem vaidade. Tem que saber lidar com isso. Tem que saber a hora de engolir sapo”, afirmou.

Clemer concordou que a ausência do Beira-Rio prejudicou o Inter ao longo da temporada, contudo defendeu mudanças mais profundas. “Uma mudança é fundamental, porque o Inter não alcançou o objetivo. Alguma coisa está errada. O Inter é um clube que tem que estar sempre disputando competições. Quando você tem um elenco forte como esse e nessa situação, alguma coisa está errada”, afirmou.

Bookmark and Share

Fonte: Rádio Guaíba







O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.