Correio do Povo

Porto Alegre, 20 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
18ºC
Amanhã
18º 27º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol > Mundial de Clubes

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

09/12/2013 12:24 - Atualizado em 09/12/2013 12:26

Atlético-MG se despede com festa no Aeroporto em BH

Delegação do Galo chega à Marrocos na terça-feira

A delegação do Atlético-MG demorou a chegar, mas foi recebida com festa pela torcida, que deixou o Aeroporto de Confins pintado em preto e branco desde o começo desta segunda-feira. Cerca de cinco mil torcedores não arredaram o pé do local apesar da desorganização, tudo para dar o último recado para os jogadores, que embarcam para Marrocos às 10h58min (houve um pequeno atraso no embarque).

O desembarque do Atlético-MG rumo a Marrocos teve aspectos positivos e negativos. O que mais chamou a atenção foi a empolgação da massa sob a forte chuva que caiu em Confins por volta das 9h30min. Ninguém desanimou e a água parecia um combustível para a animação: “quem está na chuva é pra se molhar”.

“Vamos, vamos meu Galo, vamos, vamos meu Galo! E pro Marrocos eu que vou”, gritavam os torcedores, que tiveram a companhia da bateria da Galoucura, maior organizada do Alvinegro.

Contudo, o Aeroporto de Confins é o retrato da preparação do Brasil para a Copa do Mundo daqui a seis meses. Barulhos de furadeiras deixavam claros que o local está em obras e despreparado para receber esta quantidade de gente. As duas pistas de acesso ao Aeroporto, para que os passageiros acessem as salas de embarque, foram tomadas. A polícia não teve trabalho na festa, que foi pacífica, apesar de incomodar algumas pessoas.

Três momentos chamaram a atenção durante a despedida. O primeiro deles foi a presença da delegação paralímpica da Inglaterra, que deixou BH após uma visita técnica visando aos Jogos de 2016. Outros dois momentos foram quando equipes de vôlei chegaram na cidade. A primeira foi uma delegação feminina do Maranhão, que teve e lidar com o assédio dos atleticanos.

O momento mais curioso foi quando um grupo de torcedores resolveu colocar um cachecol no busto do ex-presidente Tancredo Neves, que dá nome ao Aeroporto Internacional de Confins. Contudo, sabe-se que o ex-líder político era torcedor do América, apesar de “nutrir um enorme carinho pelo Galo, pelo Cruzeiro e todos os times do interior mineiro”.

Houve uma última correria por volta das 11h, mas a torcida do Galo não conseguiu chegar muito perto dos atletas alvinegros, que tomaram um ônibus da infraero para um embarque mais tranquilo.O Atlético-MG segue para Marrocos, mas antes terá de desembarcar em São Paulo, depois para em Lisboa. Em terras portuguesas, desce até Marrakesh às 12h desta terça-feira.

Bookmark and Share


Fonte: Lancepress







O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.